Intervenção no Rio

Intervenção é antidemocrática e fere direito do povo

Anistia Internacional: "sem uma mudança de estratégia, o resultado continuará o mesmo"
:: CUT23 de fevereiro de 2018 09:28

Intervenção é antidemocrática e fere direito do povo

:: CUT23 de fevereiro de 2018

A decisão de Michel Temer de enviar tropas do Exército para conter a violência no Rio de Janeiro faz ruir ainda mais a democracia e o Estado de Direito. “É uma ruptura do Estado Democrático de Direito”, afirma Maria Aparecida de Aquino, professora de História Contemporânea  do Departamento de História da USP e especialista no estudo do Regime Militar.

A Anistia Internacional, por sua vez, afirma que a presença dos militares nas ruas ocupando funções policiais e de manutenção da ordem pública não resultou em melhora dos indicadores de violência. E ainda coloca em risco os direitos humanos da população, sobretudo da população mais pobre, que vivem nas favelas e periferias.

Confira a íntegra da matéria

Leia também