Áudio

Jacqueline Muniz: “Arma de fogo tem cor, tem sexo, tem gênero”

Antropóloga comenta propostas do novo governo para a segurança
:: Carlos Mota28 de janeiro de 2019 11:24

Jacqueline Muniz: “Arma de fogo tem cor, tem sexo, tem gênero”

:: Carlos Mota28 de janeiro de 2019

 

Jacqueline Muniz é hoje uma das vozes mais sóbrias no debate sobre a segurança pública no Brasil. Ela é professora do Departamento de Segurança Pública da UFF, fundadora da Rede de Policiais e Sociedade Civil da América Latina e integrante do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Jacqueline fez mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), doutorado em Ciência Política pela Sociedade Brasileira de Instrução (SBI/IUPERJ) e Pós-doutorado em Estudos Estratégicos. Ela ocupou cargos na administração pública desde 1999. Foi diretora da Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Posteriormente foi Coordenadora Setorial de Segurança Pública, Justiça e Direitos Humanos e diretora do Departamento de Pesquisa, Análise da Informação e Desenvolvimento de Pessoal em Segurança Pública do Ministério da Justiça.

Leia também