acordos na área ambiental

Jaques debate acordo ambiental com o embaixador da China

Presidente da Comissão do Meio Ambiente, o parlamentar destacou a importância de aprofundar esta relação bilateral para que seja possível construir um mundo cada vez mais limpo e verde
:: Assessoria do senador Jaques Wagner9 de abril de 2021 17:25

Jaques debate acordo ambiental com o embaixador da China

:: Assessoria do senador Jaques Wagner9 de abril de 2021

O senador Jaques Wagner (PT-BA) se reuniu na última terça-feira (6), virtualmente, com o embaixador da China no Brasil, Wanming Yang, para trocar experiências e debater possíveis acordos entre os dois países, principalmente na área ambiental. Como presidente da Comissão do Meio Ambiente, o parlamentar destacou a importância de aprofundar esta relação bilateral para que seja possível construir um mundo cada vez mais limpo e verde.

“A China está empenhada na construção de uma civilização ecológica. E está disposta a compartilhar com a gente todas as suas ações e práticas no sentido de inovar e acelerar as inovações ecológicas, integrar as economias industrial e circular e incentivar a cultura e o consumo verde”, ressaltou Wagner. “Podemos nos espelhar nessas ações para que o Brasil alcance bons resultados para o meio ambiente e evite mais retrocessos em sua legislação ambiental”, disse.

Durante o encontro, o senador lembrou que, na Bahia, o trabalho conjunto com empresas chinesas já acontece desde quando foi governador, e que o resultado das parcerias tem apresentado bons resultados. “Atualmente, os chineses estão envolvidos na construção da ponte Salvador-Itaparica. É um desafio grande, mas com a capacidade de trabalho, a inovação e a tecnologia de ponta chinesa, será possível entregar mais esse sonho para os baianos e baianas”.

Por fim, e não mesmo importante, o parlamentar frisou que graças ao trabalho realizado por profissionais daquele país, o Brasil está recebendo a CoronaVac e imunizando os brasieiros. “Ou seja, é uma parceria benéfica em praticamente todas as áreas”, concluiu.

Leia também