Desenvolvimento Regional

Jean Paul cobra permanência estratégica da Petrobras no RN

Parlamentar questiona Roberto Castello Branco sobre o “Plano de Desinvestimento da Estatal”
:: Assessoria do senador Jean Paul Prates8 de outubro de 2019 17:56

Jean Paul cobra permanência estratégica da Petrobras no RN

:: Assessoria do senador Jean Paul Prates8 de outubro de 2019

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) entregou, nesta terça-feira, 8 de outubro, documento ao presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, questionando o plano de desinvestimento da Petrobras no Rio Grande do Norte. “Processos de desinvestimento precisam ser acompanhados com atenção, visando a correta proteção não só do patrimônio nacional, mas do equilíbrio econômico especialmente fragilizado em tempos de crise”, cobrou o senador.

No documento, o parlamentar indaga sobre quais são os reais planos da Petrobras no Rio Grande do Norte; qual é o plano da empresa de investimento e de custeio para o estado para os próximos quatro anos; onde a Petrobras planeja seguir em atuação; e quais são os estudos econômicos, critérios de avaliação econômico-financeiros, estudos de avaliação de riscos, que subsidiam o projeto de desinvestimento da Petrobras no Rio Grande do Norte.

O senador Jean Paul lembrou, ainda, que a imprensa local tem registrado o declínio de atividades da Petrobras no Rio Grande do Norte, apontando fechamento de 6,9 mil empregos de funcionários efetivos e terceirizados. Ele também apresentou nota da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), divulgada no final de setembro, afirmando que a situação exige “urgente e grave atenção”.

“É inegável a importância da empresa na economia local, que exemplifica seu caráter estratégico. A Petrobras historicamente desdobra sua atuação em diversos setores e regiões do país respondendo não apenas a interesses privados, mas principalmente em atendimento ao interesse público do Brasil, dos brasileiros”, concluiu o senador.

Ainda foi cobrada uma atenção especial ao ofício da governadora Fátima Bezerra, que solicita uma reunião com presidente da empresa para tratar sobre o mesmo tema.

Leia também