Defesa da soberania

Jean Paul denuncia desmonte da Petrobras e apela às FFAA

Senador acusa governo de intervir na estatal e alerta para desmanche que já traz prejuízos financeiros à empresa: “Tá tudo errado”
:: Assessoria do senador Jean Paul Prates13 de junho de 2019 16:51

Jean Paul denuncia desmonte da Petrobras e apela às FFAA

:: Assessoria do senador Jean Paul Prates13 de junho de 2019

O senador Jean Paul Prates (PT-RN), vice-presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Petrobras, acusou nesta quinta-feira, 13 de junho, o governo de promover um desmonte da Petrobras que atenta contra os interesses do país. “Há uma intervenção direta do governo federal na gestão da Petrobras – e mais do que na gestão, na venda de ativos da Petrobras”, denunciou.

Da tribuna do Senado, ele alertou que o governo Bolsonaro e a atual diretoria da Petrobras, presidida por Roberto Castello Branco, estão promovendo uma política de preços suicida que violenta os interesses nacionais e não se sustenta do povo de vista econômico e financeiro. Jean Paul apresentou projeto de lei que obriga a Petrobras a consultar o Congresso Nacional para promover a venda de subsidiárias e ativos.

“O país é auto-sustentável em Petróleo e vamos vender as refinarias e os gasodutos?”, questionou. “Com base em quê? Qual é a lógica?”.  Ele disse que o governo está enganando a opinião pública ao fomentar a ideia de que o alta do preço dos combustíveis é resultado direto da situação financeira da empresa. “Isso é uma mentira”, denunciou.

O parlamentar também cobrou das Forças Armadas que se posicionem contra o desmanche da Petrobras. “As Forças Armadas precisam se pronunciar sobre esse tipo de plano aqui, porque refinaria, meus amigos, até nos Estados Unidos, na Austrália, como eu digo, são ativos estratégicos”, ressaltou. “Até pouco tempo não se podia nem filmar dentro de uma refinaria, porque, principalmente em uma guerra, são os primeiros alvos a serem atingidos”.

Confira a íntegra da matéria

Leia também