Solução para a crise

Jean Paul quer bancos facilitando empréstimos aos brasileiros

"Quem está lá em cima e manipula o dinheiro já está perfeitamente atendido nesse período de emergência do coronavírus no país", aponta o senador
:: Assessoria do senador Jean Paul Prates1 de abril de 2020 18:46

Jean Paul quer bancos facilitando empréstimos aos brasileiros

:: Assessoria do senador Jean Paul Prates1 de abril de 2020

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) discursou, nessa terça-feira (31), no plenário do Senado. A partir desta terça, em dias de sessão deliberativa remota, a TV Senado passa a exibir entre 14h e 16h pronunciamentos dos senadores sobre a situação do país. O senador destacou, durante seu pronunciamento, a importância dos empresários e banqueiros ajudarem a população nesse momento da pandemia do coronavírus no Brasil. Jean Paul quer que os bancos renegociem dívidas e reduzam as taxas de juros.

“As pessoas que dizem que a precisa rodar a economia, sabem perfeitamente que foram os primeiros beneficiados pelo Governo Federal. O depósito compulsório dos bancos caiu de 33% para 17%. Isso liberou, ao longo de 2019, 2020 e principalmente agora nas medidas emergenciais, R$ 200 bilhões no sistema financeiro”, disse. “Quem está lá em cima e manipula o dinheiro já está perfeitamente atendido nesse período de emergência do coronavírus no país. Agora, eles precisam olhar com atenção para a base da pirâmide”, completou.

Jean Paul cobrou ainda que o Governo Federal, ao regulamentar o auxílio emergencial de renda básica no valor inicial de R$ 600, não burocratize, dificulte e direcione a liberação de recursos para a população. “Vamos trabalhar, agora, para depurar e, principalmente, para implementar rapidamente, democraticamente, capilarmente, em todas as regiões toda essa ajuda de custo e outras medidas que possam ser aprovadas pelo Congresso Nacional na área de assistência social e auxilio emergencial”, finalizou.

Confira a íntegra da matéria

Leia também