Jorge Viana adia leitura de relatório do Código Florestal

:: Da redação17 de novembro de 2011 14:26

Jorge Viana adia leitura de relatório do Código Florestal

:: Da redação17 de novembro de 2011

O senador Jorge Viana (PT-AC), relator do projeto de reforma do Código Florestal (PLC 30/2011), anunciou, na manhã desta quinta-feira, que decidiu postergar a leitura de seu relatório para a próxima segunda-feira. Segundo o senador, com o adiamento lhe dará mais todo o final de semana para melhorias na redação e obter novos entendimentos entre os seus pares. “O relatório não estaria completo, porque eu traria surpresas. E mesmo que fossem boas surpresas, é melhor que não tenhamos tantas surpresas. O tempo que precisamos é para aperfeiçoar o texto e buscar entendimento”, afirmou Viana, durante audiência pública da Comissão de Meio Ambiente (CMA).

 A preocupação do relator reside particularmente no compromisso assumido na votação do projeto nas comissões de Ciência e Tecnologia (CCT) e Agricultura (CRA), quando Jorge Viana assegurou que iria buscar soluções de consenso para pontos importantes do projeto. É o caso, por exemplo, da definição sobre o regramento das Áreas de Preservação Permanente (APPs), um tratamento diferenciado para o pequeno produtor e um olhar para os problemas enfrentados dentro das cidades no que diz respeito à legislação ambiental.

Na reunião da CMA desta manhã, Viana pediu a colaboração dos colegas para aprovar um calendário que pudesse dar celeridade nos procedimentos de análise do relatório na próxima semana, a fim de compensar o “prejuízo que estava trazendo” com o adiamento por mais alguns dias. O senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), presidente da Comissão de Meio Ambiente, consultou os demais integrantes sobre um eventual esforço coletivo para viabilizar a leitura do texto de Viana na próxima segunda-feira, (21/11), garantindo a todos um pedido de vista coletivo de 48 horas, para, então, na quarta-feira, dar início ao processo de votação.

Todos concordaram, com exceção do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) – que avaliou o prazo de 48 horas como insuficiente para os parlamentares estudarem o relatório e apresentarem eventuais emendas. O plenário da comissão, entretanto, aprovou a agenda sugerida por Rollemberg.

 

 

Catharine Rocha

Novo cronograma

Cronograma

Data

Horário

Pauta

21/11

10h

Leitura do relatório do senador Jorge Viana (PT-AC)

23/11

10h

Início da votação do relatório

24/11

A definir

Análise dos destaques, caso os senadores apresentem na votação do dia anterior.

 


Leia mais:

Viana quer transformar floresta em ativo econômico

Viana: “Não tem como plantar e criar sem água”

Viana quer tratamento especial para pequeno produtor

Viana promete encontrar “soluções de consenso”

Leia também