Repúdio

Justiça de SP protege estuprador e condena feminista

Ex-ministra foi condenada no dia 3 de maio a pagar R$ 10 mil ao ator Alexandre Frota em um processo de indenização moral movido pelo ator
:: Fundação Perseu Abramo8 de maio de 2017 09:07

Justiça de SP protege estuprador e condena feminista

:: Fundação Perseu Abramo8 de maio de 2017

Diversas manifestações de apoio à ex-ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres no governo Dilma Rousseff, Eleonora Menicucci, e de repúdio a decisão proferida pela magistrada Juliana Correia surgiram nas redes sociais. A juíza imputou multa à ex-ministra por expressar o repúdio ao relato de Alexandre Frota, que disse ter estuprado uma mulher inconsciente que participava de um ritual religioso.

A ex-ministra foi condenada no dia 3 de maio a pagar R$ 10 mil ao ator Alexandre Frota em um processo de indenização moral movido pelo ator. Eleonora criticou o ministro da Educação, Mendonça Filho, por ter recebido Frota no seu gabinete em maio do ano passado. Ela disse, na ocasião, que Alexandre Frota “não só assumiu ter estuprado uma mulher, mas também faz apologia ao estupro”.

Eleonora Menicucci publicou um desabafo em seu Facebook, na noite do dia 3, no qual diz que a decisão de uma juíza mulher em favor de um homem que admitiu ter cometido um ato de estupro “revolta a todas as mulheres”. Ela disse ainda que não será essa sentença que calará as mulheres.

Veja abaixo o texto que está circulando em solidariedade a Eleonora.

TODO APOIO À ELEONORA!
Somos Benedita, Emília e Maria… mas somos todas ELEONORA!
Manifestamos nosso repúdio à decisão judicial proferida pela Magistrada Juliana Correia, que inverteu completamente a situação, punindo Eleonora.
A Ministra Eleonora Menicucci está sendo condenada por expressar a opinião e sofrimento de milhares de mulheres brasileiras que sofrem diariamente a violência dos crimes sexuais. Ela somou-se a muitas outras posições que repudiaram o relato de um homem em rede nacional de TV , relatou ter estuprado uma mulher inconsciente que participava de um ritual religioso.
Se a Justiça punir Eleonora, que fez a denúncia, estará oferecendo a vitória a quem se orgulha de cometer um estupro e manter-se impune.
Somos todas Mulheres. Somos todas ELEONORA!

Fonte: http://novo.fpabramo.org.br/content/justi%C3%A7a-de-sp-protege-estuprador-e-condena-feminista

Leia também