Marta comemora investimentos federais em SP

Para a senadora, os investimentos anunciados pela Presidenta Dilma a São Paulo são expressivos: R$ 3 bi

:: Da redação14 de setembro de 2011 13:45

Marta comemora investimentos federais em SP

:: Da redação14 de setembro de 2011

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) esteve com a Presidenta Dilma Rousseff, nesta terça-feira (13/09), no Palácio dos Bandeirantes, para a cerimônia de assinatura do termo aditivo ao convênio de apoio financeiro para construção do Rodoanel de São Paulo – Trecho Norte, ocorrida com o governador Geraldo Alckmin.

Marta comemorou os avanços na parceria entre os governos estadual e federal: “Viva a atitude republicana dos governantes! O Brasil avança!”

Para a senadora, os investimentos do governo federal firmados nesta visita da Presidenta Dilma a São Paulo são muito expressivos: “R$ 3 bilhões (soma aproximada de investimentos no Rodoanel-Trecho Norte e em convênio assinado mais cedo, para Hidrovia do Rio Tietê)! Muito dinheiro, até para o Estado de São Paulo! Os recursos que estão vindo farão enorme diferença para o nosso desenvolvimento. Fiquei feliz!”, postou a senadora em seu tuiter, após deixar o Palácio dos Bandeirantes.

Rodoanel
O início da construção do trecho Norte do Rodoanel de São Paulo coloca em andamento uma das principais obras do PAC 2.

Prevista para ser iniciada em março de 2012, com custo total de R$ 6,11 bilhões, a obra terá um aporte de R$ 1,72 bilhão do governo federal e o restante será custeado pelo governo de São Paulo e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Com 44 km, o trecho Norte do Rodoanel é o último a ser construído e será interligado ao trecho Leste – na intersecção com a rodovia Presidente Dutra – à avenida Raimundo Pereira Magalhães, no início do trecho Oeste. A previsão de conclusão é novembro de 2014.

Hidrovia Rio Tietê
Mais cedo, a Presidenta Dilma e o governador Geraldo Alckmin assinaram em Araçatuba (Interior) o acordo para investimentos de R$ 1,5 bilhão na modernização e ampliação de 800 km da Hidrovia Rio Tietê. Desse montante, R$ 900 milhões sairão de recursos do PAC 2 e R$ 600 milhões do governo paulista.

“Eu acho que uma das questões mais importantes que me foi legada pelo governo do presidente Lula foi essa absoluta consciência da importância das parcerias republicanas, porque isso significa maturidade institucional, política e democrática do país”, afirmou a Presidenta, em seu discurso.

Brasil Sem Miséria
No último dia 18 de agosto, Dilma veio a São Paulo para lançar o cartão que unificou programas sociais do governo e do estado, numa estratégia de regionalizar as ações do Brasil Sem Miséria, carro-chefe do governo federal para erradicar a pobreza extrema no país.

Assessoria de Imprensa da senadora Marta Suplicy

Foto: Elisabete Alves

Leia também