Descaso

Menos médicos, mais planos de saúde

Programa Mais Médicos é hoje apenas a carcaça de uma complexa política social
:: CUT12 de março de 2018 11:02

Menos médicos, mais planos de saúde

:: CUT12 de março de 2018

Criado em 2013 – pela lei 12.871/13 – para suprir o Brasil de profissionais formados em atenção básica à saúde, o programa Mais Médicos, atingiu em 2015 o pico de 18.240 médicos que atuavam em mais de quatro mil municípios e atendia 63 milhões de brasileiros que passaram a ter um profissional especializado na área da saúde da família perto de casa, sendo atendidos em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) equipada.

Hoje, na gestão Michel Temer, esse número oscila entre 16.500 e 17.000. A incerteza é resultado da falta de transparência dos órgãos responsáveis que não publicam mais esta informação. A única certeza é a de que o Mais Médicos vem sendo silenciosamente desmontado. E os números mostram isso: nos dois primeiros anos de Programa, o governo Dilma Rousseff investiu R$ 15,8 bilhões. Para este ano, foram destinados R$ 3,3 bilhões, praticamente o mesmo valor do ano passado.

Confira a íntegra da matéria

Leia também

Facebook
Twitter
Whatsapp
SOCIALICON