O Brasil que o povo quer

Meta para 2021: o Brasil que queremos e merecemos

A bancada do PT no Senado deseja a você, que acompanha a nossa luta e faz parte dela, um Natal de Paz e um Ano Novo de resistência e construção, sempre fazendo da esperança o verbo "esperançar"
:: Da redação23 de dezembro de 2020 13:57

Meta para 2021: o Brasil que queremos e merecemos

:: Da redação23 de dezembro de 2020

Temos a certeza de que 2020 será inesquecível: ano de aprendizados e de muita superação, tanto individual quanto coletiva.

Ano desafiador, que atravessamos com coragem, tenacidade, compromisso com o povo brasileiro e sentimento de espírito coletivo.

Ano que defendemos a democracia, os direitos sociais e humanos, o meio ambiente, o conhecimento, a ciência e a civilidade.

Nesta véspera de Natal, desejamos Paz entre as famílias e muito cuidado entre nós. Somos responsáveis por quem amamos, e por isso é preciso estar perto em pensamento, na emoção, no sentimento; protegendo e cuidando de nossa gente.

Para o Ano Novo que se aproxima, que tenhamos sabedoria e ainda mais coragem, tanto para sermos a trincheira de luta na defesa do nosso País quanto para nos reorganizarmos para a construção do Brasil que queremos e merecemos!

Essa é a grande meta para 2021!

Até lá, que possamos exercitar o verbo esperançar, como nos ensinou o grande mestre Paulo Freire:

“É preciso ter esperança, mas ter esperança do verbo esperançar; porque tem gente que tem esperança do verbo esperar. E esperança do verbo esperar não é esperança, é espera. Esperançar é se levantar, esperançar é ir atrás, esperançar é construir, esperançar é não desistir! Esperançar é levar adiante, esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo…”

Vamos, sim, fazer de outro modo, e transformar nosso país em um país de dignidade para o nosso povo.

Que venha 2021! Contamos com você, que esteve conosco até aqui.

Com forte abraço, de luta e de fé,

Rogério Carvalho, líder do PT no Senado
Humberto Costa
Jaques Wagner
Jean Paul Prates
Paulo Paim
Paulo Rocha

Leia também