Ministério da Saúde nega ter desistido de contratar médicos cubanos

:: Da redação8 de julho de 2013 17:59

Ministério da Saúde nega ter desistido de contratar médicos cubanos

:: Da redação8 de julho de 2013

O Ministério da Saúde desmentiu, na manhã desta segunda-feira (8), que tenha desistido de contratar médicos cubanos para trabalhar nas regiões mais remotas do País. A notícia da suposta desistência foi divulgada pelo jornal Folha de São Paulo.

Ainda hoje, a presidente Dilma Rousseff lança o Programa Mais Médicos, que tem por objetivo levar esses profissionais às periferias das grandes cidades, principalmente do Norte e Nordeste.

O Governo informa que o Programa Mais Médicos não exclui profissionais de saúde de qualquer nacionalidade.  Os médicos devem, porém, ter facilidade para se comunicar com os pacientes em português.

De acordo com o Ministério da Saúde, o único critério — previsto no tratado da Organização Mundial de Saúde (OMS) — é para que a contratação de profissionais estrangeiros não seja de países com uma proporção de médicos para cada cem mil habitantes inferior à do Brasil. Cuba, por exemplo, possui 6,7 médicos por cem mil habitantes. A média brasileira é de 1,8.

Com informações das agências de notícias


Leia mais:

Governo Federal lança nesta tarde programa Mais Médicos
 

Pesquisa do Ipea aponta escassez de médicos no País

Leia também