Ministros e ex-ministros podem ser chamados a dar explicações à CMA

:: Da redação28 de novembro de 2016 18:20

Ministros e ex-ministros podem ser chamados a dar explicações à CMA

:: Da redação28 de novembro de 2016

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil 28 de novembro/16h44   O ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima e o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero podem ser convidados a esclarecer, na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), o caso que motivou a demissão de ambos, envolvendo a construção de um edifício em Salvador.

 

Autor dos requerimentos, o senador Humberto Costa (PT-PE) quer esclarecer acusação de Marcelo Calero de que Geddel, ainda ministro e proprietário de um dos apartamentos do edifício, o teria pressionado para reverter embargo à construção do imóvel, imposto pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), órgão ligado à pasta da Cultura.

 

Para Humberto Costa, a conduta do então ministro da Secretaria de Governo, se comprovada, fere princípio da moralidade administrativa e envolve o uso da função pública para obtenção de interesse particular, o que configura crime. Os requerimentos podem ser votados na reunião da CMA desta terça-feira (29).

 

A oposição também está atuando para convocar os ministros Eliseu Padilha, da   Casa Civil e Grace Mendonça, da Advocacia Geral da União para comissões de Constituição e Justiça (CCJ), de  Educação, Cultura e Esportes (CE)  e de Assuntos Econômicos, além da CMA. Os requerimentos devem ser votados nas reuniões desta semana.

 

Com informações da Agência Senado