ARTIGO

Moro, um juiz pouco afeito a contestações

“Quem está na chuva é para se molhar, Seu Moro! Quer vir para o debate político, enfrente os políticos debatendo!”
:: Eugênio Aragão11 de dezembro de 2017 10:27

Moro, um juiz pouco afeito a contestações

:: Eugênio Aragão11 de dezembro de 2017

O ex-ministro da Justiça e procurador da República aposentado, Eugênio Aragão rebate, em artigo, a afirmação do juiz Sérgio Moro de que não debateria “publicamente com pessoas condenadas por crimes” ao ser questionado sobre os desmandos da justiça.

Para Aragão, essa atitude “é a cara” de Sérgio Moro que “acha-se no direito de tecer comentários sobre tudo e sobre todos, projetando-se indevidamente numa arena que não pode ser sua como magistrado, a política”.

Mas, a postura de Moro, segundo Aragão, muda quando eçe é confrontado politicamente.

“Só sabe repetir sua insossa ladainha moralista de ‘combate à corrupção’. Gosta de falar sem ser contrariado, de preferência de seu pódio majestático de juiz de província na sala de audiências. Lá ele corta a palavra, censura, ameaça e admoesta”, critica Aragão.

Confira a íntegra do artigo

 

Leia também