Movimentos programam ato pró-democracia: rosas contra o ódio dos golpistas

:: Da redação26 de agosto de 2016 10:58

Movimentos programam ato pró-democracia: rosas contra o ódio dos golpistas

:: Da redação26 de agosto de 2016

Dia 29 será mais uma data em defesa dos direitos e da democracia. Foto: Edgar MarraNa segunda-feira (29), quando a presidenta Dilma Rousseff fará pessoalmente sua defesa no Senado Federal contra o processo de impeachment, os movimentos sociais, CUT, Frente Brasil Popular e Frente Povo sem Medo farão um conjunto de atividades em Brasília. “Este é o momento decisivo da luta que a CUT vem travando, junto com movimentos sociais parceiros, contra o golpe e em defesa da democracia e dos direitos”, diz a central sindical em nota.

As manifestações começam às 8h de segunda-feira, com recepção de Dilma, pelas entidades, em frente ao Senado. “Vamos levar rosas para enfrentar o ódio dos golpistas”, antecipa a CUT.

“O cenário que temos no Senado é diferente do cenário na Câmara. Em abril, a opinião pública apoiava o golpe. Hoje, há um entendimento de que o golpe aprofundou a crise política e econômica no Brasil”, diz Vagner Freitas, presidente da CUT. “Não vamos nos calar. Iremos tomar as ruas de Brasília dia 29 de agosto, exigindo que os senadores não votem pelo golpe”, acrescenta.

Na quarta-feira (23), em ato político na Casa de Portugal com a presidenta Dilma, o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e da Frente Povo sem Medo, Guilherme Boulos, avisou: “Estaremos lá, no dia 29, quando a presidenta for falar naquele covil, e estaremos fechando várias partes do país. Isso não passa e não passará”, disse.

“Temer e sua turma de golpistas dizem que, passando o julgamento do Senado, se o golpe for vitorioso, o país vai entrar num período de estabilidade, céu de brigadeiro, paz social. O que queremos dizer é que eles estão brincando com fogo. Se este golpe for vitorioso vai-se abrir a porteira de um longo período de instabilidade”, prometeu Boulos.

Programação do dia 29

8h – Recepção da presidenta Dilma Rousseff em frente ao Senado

10h às 16h – Programação político-cultural no Acampamento em Defesa da Democracia e dos Direitos, ao lado do Ginásio Nilson Nelson (endereço: SRPN – Trecho 1- Brasilia/DF)

18h – Ato político nacional em defesa da Democracia e dos Direitos em frente ao Senado Federal

Fonte: cut.org.br