Desmonte

MP de Temer pode deixar conta de água mais cara

Medida pode provocar desastre ambiental e de saúde em pelo menos 88% dos municípios
:: CUT2 de agosto de 2018 15:11

MP de Temer pode deixar conta de água mais cara

:: CUT2 de agosto de 2018

Michel Temer (MDB-SP) transformou o Brasil em um balcão de negócios que está atraindo grandes empresas privadas nacionais e internacionais, interessadas no patrimônio e nas riquezas naturais do País. Desta vez, o alvo é a água e o saneamento básico.

O governo encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória (MP) 844/2018 que, se aprovada, ampliará a atuação das empresas privadas na administração dos serviços e operação dos sistemas de água e esgoto dos maiores e mais rentáveis municípios do País.

Como o que interessa é o lucro, essas empresas não vão se interessar pela administração do sistema em municípios menor porte ou deficitários. Se a MP for aprovada, além do aumento de tarifas e dificuldade de acesso ao saneamento básico, em especial para a população mais pobre, há o risco de um desastre ambiental e de saúde pública para pelo menos 88% dos municípios brasileiros que tem até 50 mil habitantes.

Confira a íntegra da matéria