Na Bahia, Ibama libera licença prévia do Porto Sul

Segundo Walter Pinheiro, o complexo vai permitir a alavancagem da economia baiana.

:: Da redação16 de novembro de 2012 12:42

Na Bahia, Ibama libera licença prévia do Porto Sul

:: Da redação16 de novembro de 2012

O empreendimento Porto Sul, que será construído no distrito de Aritaguá, em Ilhéus, no sul da Bahia, recebeu nesta quarta-feira (14) a licença prévia (LP) expedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A licença de número 447/2012 é válida por dois anos e condicionada às normas estabelecidas pelo órgão ambiental, que constam no documento assinado pelo presidente Volney Zanardi Júnior.

O senador Walter Pinheiro (PT-BA) avalia que o complexo vai permitir a alavancagem da economia baiana, contribuindo para o escoamento da produção. “O Porto Sul vai permitir, inclusive, a capilarização do desenvolvimento para além da RMS, gerando emprego e renda no interior e permitindo a ampliação dos negócios voltados à exportação”, destacou.

O complexo portuário inclui os terminais Público do Governo da Bahia e o de Uso Privativo da empresa Bahia Mineração (Bamin), com a finalidade de escoar minério de ferro, clínquer, soja, etanol, fertilizantes e outros granéis sólidos.

Com um investimento de R$ 2,6 bilhões e a geração de 2,5 mil empregos diretos e indiretos, o Porto Sul será o ponto final da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), obra do Governo Federal que ligará a cidade de Figueirópolis, no Tocantins, a Ilhéus, na Bahia.

Incluída entre as prioridades do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a FIOL terá 1.527 km de extensão, investimento estimado em R$ 7,43 bilhões, e passará por 32 municípios baianos.

Com informações da Secom/BA

Leia também