Lula

‘Não vou permitir que a Rede Globo continue mentindo’

Ex-presidente abriu o 6º Congresso Estadual do PT em São Paulo, ao lado de Mujica, Rui Falcão e os senadores Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias
:: Agência PT de Notícias8 de maio de 2017 09:16

‘Não vou permitir que a Rede Globo continue mentindo’

:: Agência PT de Notícias8 de maio de 2017

Na abertura do 6º Congresso Estadual do PT de São Paulo, na noite desta sexta-feira (5), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que está com mais disposição em disputar as eleições presidenciais em 2018 do que jamais esteve, inclusive a primeira vez em que concorreu ao cargo, em 1989.

Lula participou do evento acompanhado do ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica, do presidente nacional do PT, Rui Falcão, dos senadores Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias e de outras lideranças.

Alvo de uma perseguição jurídico e midiática que já dura mais de dois anos, Lula sobre os ataques à sua biografia.

“Eles conseguiram aflorar em mim, aos 72 anos, uma coisa que eu pensei que já havia passado. Agora, que resolveram tentar destruir uma biografia, que eu não devo a eles, que só devo ao povo, terão que me enfrentar outra vez nas ruas deste país”, disse.

O ex-presidente completou: “Não vou permitir que continuem mentindo. Tudo o que eu desejo na vida é disputar as eleições contra o candidato da Rede Globo de Televisão”.

Lula destacou que “não foram poucos os almoços e conversas” que teve com a família Marinho, dona da Rede Globo.

“Eles nunca nos respeitaram. Quero que eles tenham um candidato que tenham um plim plim no peito, para nós dizermos com todas as letras: nós vamos regulamentar a comunicação neste País. Não é possível que existam nove famílias que sejam donas de todos os maiores meios de comunicação da nação”, declarou, enquanto era ovacionado por milhares de militantes presentes na quadra dos Bancários, centro da capital.

Aproveitando a honrosa presença do ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica, presente ao evento, Lula falou dos desafios que envolve não só o Brasil, mas toda a América Latina.

“É a verdade que a direita está assumindo uma postura de retomar à força o espaço perdido para a esquerda neste século, inclusive com o golpe vergonhoso dado em cima do PT e da presidenta Dilma Rousseff. O que a gente percebe é um avanço internacional da extrema direita e da direita, e é preciso resistir”, enfatizou.

Falando a uma plateia de filiados petistas, Lula ressaltou que não está falando de coisas negativas para trazer pessimismo.

“É para mostrar que tudo tem tempo para acontecer. Eu agradeço por acordar vivo, pelo dia que tive e quando, vou deitar, peço a Deus que me deixe acordar de novo, porque tenho que ver vocês todo santo dia”.

E garantiu: “Eu, com toda esta fé, nunca estive com tanto tesão para concorrer à Presidência”.

O ex-presidente Mujica também falou durante o evento do PT. Segundo ele, há traços comuns existentes em todos os países da América Latina.

Fonte: http://www.pt.org.br/lula-nao-vou-permitir-que-a-rede-globo-continue-mentindo/

Leia também