Conflitos no campo

Número de assassinatos no campo é o maior desde 2003

Comissão Pastoral da Terra (CPT) divulgou os dados de assassinatos em conflitos no campo no Brasil em 2017, que chegaram a 70 mortes
:: Agência PT de Notícias17 de abril de 2018 12:11

Número de assassinatos no campo é o maior desde 2003

:: Agência PT de Notícias17 de abril de 2018

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) divulgou nessa segunda-feira (16) dados preliminares do relatório “Conflitos no Campo Brasil”, com o número de assassinatos em conflitos no campo no Brasil em 2017, que chegou a 70 mortes – o maior número desde o ano de 2003. A CPT também denuncia ataques hackers que sofreu no último ano, o que acabou impossibilitando a conclusão e o lançamento do relatório anual na data inicialmente prevista.

O número de mortes em 2017 corresponde a um aumento de 15% em relação ao número de 2016. Dentre essas mortes, a CPT destaca quatro massacres, ocorridos nos estados da Bahia, Mato Grosso, Pará e Rondônia. O número de mortes no campo vêm aumentando conforme avançou o processo do golpe que retirou a presidenta Dilma Rousseff do poder.

O estado do Pará lidera o ranking de 2017 com 21 pessoas assassinadas, sendo 10 no Massacre de Pau D’Arco; seguido pelo estado de Rondônia, com 17, e pela Bahia, com 10 assassinatos.

Confira a íntegra da matéria