ARTIGO

O meio ambiente é compromisso de todos

Não é com bravata que construiremos um mundo melhor para nós e para os que nos sucederão
:: Senador Jaques Wagner13 de junho de 2019 10:33

O meio ambiente é compromisso de todos

:: Senador Jaques Wagner13 de junho de 2019

Em 5 de junho comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente. Por ser um tema essencial para a nossa sociedade, especialmente para as próximas gerações, estamos instituindo no Senado o Junho Verde, iniciativa que promoverá debates e análise de projetos voltados para a sustentabilidade e preservação dos nossos recursos naturais.

Na última semana, realizamos na Comissão de Meio Ambiente debate sobre o papel dos biomas na produção de água, biodiversidade e estratégias de conservação. Os dados apresentados por especialistas são preocupantes e acenderam o alerta para o futuro dos biomas brasileiros.

Tal agenda é cada vez mais importante, especialmente neste momento do País, de ataques às políticas ambientais e contra a agenda de sustentabilidade em discussão nos importantes fóruns internacionais. O governo nega o aquecimento global, desestrutura órgãos ambientais e intervém no Fundo Amazônia, criado para preservar a floresta. Este programa conta com doações de outros países, que não foram sequer consultados pelo Ministério do Meio Ambiente antes das mudanças na gestão e nos recursos do fundo.

É grave a linha do atual governo de enxergar disputa ideológica em tudo, mais especificamente na área ambiental, que merece mais comprometimento. Ex-ministros do Meio Ambiente dos governos Itamar, FHC, Lula, Dilma e Temer divulgaram carta conjunta alertando que “a governança socioambiental do Brasil está sendo desmontada, em afronta à Constituição”. O que demonstra que a causa não é só de partido, mas de todos.

Costumo dizer que vejo sempre dois inimigos do meio ambiente: o fundamentalista da motosserra, motivado pelos interesses econômicos; e o fundamentalista da contemplação, que não admite a combinação da sustentabilidade social com a sustentabilidade ambiental. Precisamos promover o diálogo para construir avanços necessários.

Fui governador por oito anos e me orgulho de ter feito na Bahia investimento em matriz energética, com incentivo de fontes renováveis como eólica e solar. Levamos água e saneamento para mais de 6 milhões de pessoas, reafirmando esses recursos como um direito humano. Ressalto essas realizações, pois acredito que a preservação ambiental é opção dos governantes e agentes públicos. Não é com bravata que construiremos um mundo melhor para nós e para os que nos sucederão.

Artigo publicado originalmente no jornal O Povo

Leia também