Retrocesso

Orçamento de 2018 é aprovado com cortes na área social

Entre os retrocessos está a fixação do mínimo em R$ 965, inicialmente projetado para R$ 979
:: PT na Câmara14 de dezembro de 2017 15:43

Orçamento de 2018 é aprovado com cortes na área social

:: PT na Câmara14 de dezembro de 2017

O Congresso Nacional aprovou na noite da última quarta-feira (13) o projeto da Lei Orçamentaria Anual (PLOA) para o ano de 2018. Entre as críticas dirigidas ao orçamento para o próximo ano, os parlamentares da bancada do PT afirmaram que a peça orçamentária deixa de lado as necessidades básicas do povo brasileiro e os investimentos necessários ao desenvolvimento do País, para garantir recursos para pagamento da dívida pública, que beneficia banqueiros e rentistas.

“O governo usa o discurso de que é preciso gastar menos para atingir o equilíbrio fiscal, mas destina R$ 272 bilhões para pagar em dia a rolagem da dívida com os banqueiros e rentistas, tudo às custas do congelamento de recursos para a saúde, a educação, a agricultura familiar, a assistência social e as obras públicas”, lamentou o deputado Bohn Gass (PT-RS), líder do PT na Câmara na Comissão Mista de Orçamento (CMO).

Confira a íntegra da matéria

 

Leia também