Paim cobra “vergonha na cara” dos que culpam os trabalhadores pela crise

:: Cyntia Campos1 de agosto de 2016 20:11

Paim cobra “vergonha na cara” dos que culpam os trabalhadores pela crise

:: Cyntia Campos1 de agosto de 2016

Não é brincadeira. De repente, o governo interino, além de retirar direitos, joga a culpa nos trabalhadores para a crise na previdênciaNas duas semanas de pausa na atividade de plenário e comissões do Senado, o senador Paulo Paim (PT-RS) percorreu o Rio Grande do Sul, encontrando diversas categorias de trabalhadores. “Pude sentir o que já percebia daqui: a população está apavorada”, afirmou ele, referindo-se às ameaças de retirada de direitos trabalhistas e de uma reforma da Previdência pretendida pelo governo Temer, que pode obrigar os brasileiros comuns a trabalharem até os 70 anos de idade. 

Em pronunciamento ao plenário, nesta segunda-feira (1º), Paim fez um relato contundente sobre esses encontros. “Trabalhadores rurais me mostraram suas mãos calejadas, machucadas, e me diziam: ‘Mas vão me tirar mesmo a aposentadoria? Eu sou aposentado por invalidez.” Ele lembra que a reforma que Temer e seus apoiadores querem fazer na Previdência será especialmente perversa para os trabalhadores do campo, que em geral começam a trabalhar ainda adolescentes. “Imagine que uma pessoa do campo que comece a trabalhar aos 12 anos só vai poder se aposentar aos 70?”, indagou.

O senador expressou profunda indignação com os que querem, além de retirar os direitos dos trabalhadores, colocar a culpa do desemprego e dos desequilíbrios da Previdência exatamente nesses direitos duramente conquistados em mais de um século de luta e organização. “Querem colocar a culpa do desemprego nos sindicatos! Dizer que os culpados deles quererem mexer [na Previdência] são os sindicatos. Parem de mentir! Tomem vergonha na cara!”, reagiu Paim.

Cyntia Campos

 

Veja o vídeo: