Dinamizar a Economia

PEC do PT destrava investimentos para assegurar empregos

A proposta dos seis senadores petistas deixa os investimentos governamentais que ajudem a movimentar a economia fiquem fora do teto de gastos
:: Cyntia Campos6 de maio de 2019 16:20

PEC do PT destrava investimentos para assegurar empregos

:: Cyntia Campos6 de maio de 2019

Para cumprir as tarefas urgentes de criar empregos e devolver o dinamismo à economia, o País precisa de medidas concretas, como a retomada dos investimentos públicos. É isso o que quer a bancada do PT no Senado, que apresentou uma PEC para livrar esses investimentos das amarras do teto dos gastos.

A Proposta de Emenda à Constituição nº 40 foi apresentada pelos seis senadores do PT — o líder Humberto Costa (PE), Jaques Wagner (BA), Jean Paul Prates (RN), Paulo Paim (RS), Paulo Rocha (PA) e Rogério Carvalho SE) — e recebeu apoio de mais 21 senadores de 12 partidos.

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) lembra que um dos principais fatores de travamento da economia brasileira é a anemia dos investimentos públicos, congelados por duas décadas pela Emenda do Teto dos Gastos, promulgada em dezembro de 2016.

A PEC dos petistas vai deixar fora desse congelamento todos os gastos do governo que contribuam diretamente para a movimentação da economia, como a contratação de obras públicas por exemplo. As limitações do teto de gastos não mais atingirão qualquer aporte público que contribua para a formação bruta de capital fixo (FBCF).

Esse índice, medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta a variação dos bens de capital das empresas — usados para produzir outros bens, como máquinas, equipamentos e material de construção.

O crescimento da FBCF é sintoma de aumento da capacidade de produção do País e sinaliza confiança do setor produtivo.

Leia mais:

Conheça a PEC 40, medida para destravar os investimentos
Só investimento público destrava a economia

Leia também