Batendo cabeça

Perseguição ideológica provoca desgaste entre ministérios

Exonerações na Casa Civil provocaram ruído no governo; oposição critica postura
:: Brasil de Fato9 de janeiro de 2019 16:06

Perseguição ideológica provoca desgaste entre ministérios

:: Brasil de Fato9 de janeiro de 2019

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, determinou a exoneração de 320 trabalhadores com cargos comissionados, por conta de um processo que o ministro batizou de “despetização” – em referência a funcionários que entraram no governo durante as gestões do Partido dos Trabalhadores (PT) e seriam afim à legenda. No anúncio das desonerações, na semana passada, Lorenzoni disse que o objetivo era tirar do governo quem é “antagônico ao projeto”.

A postura causou estranheza no primeiro escalão do governo Bolsonaro e gerou desgaste na relação entre os ministérios. Nesta terça-feira (8), o general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ministro da Secretaria de Governo, responsável pela área de comunicação do governo, que tem entre suas atribuições a administração da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), discordou das exonerações por questões ideológicas. No entanto, ele também considera que os militantes de oposição deveriam sair voluntariamente dos cargos de confiança.

Leia a matéria na íntegra.

 

Leia também