Ipsos: 42% dos brasileiros são contra a PEC da Maldade

:: Da redação1 de dezembro de 2016 11:02

Ipsos: 42% dos brasileiros são contra a PEC da Maldade

:: Da redação1 de dezembro de 2016

Foto: Lula MarquesUma pesquisa divulgada pelo Instituto Ipsos, nesta quarta-feira (30), pelo jornal “Folha de S. Paulo“, aponta que 42% dos brasileiros são contra a PEC 55. A proposta que muda a Constituição e congela investimentos em saúde, educação e outros setores por 20 anos foi aprovada em primeiro turno no Senado Federal na noite de terça-feira (29).

A pesquisa revela, no entanto, que 43% dos brasileiros ainda não sabem do que se trata a PEC 55, que tem sido alvo de muitos protestos, a último deles organizado por estudantes em Brasília e brutalmente reprimido pela PM.

Também é expressiva a quantidade de pessoas que não tem opinião formada sobre o assunto. Pouco mais de 40% não respondeu se está a favor ou contra as medidas da Proposta de Emenda Constitucional.

O nível de desconhecimento com relação à medida é mais alto entre a população sem instrução: 56%. Já entre aqueles que possuem ao menos ensino médio completo, essa parcela cai para 37%. Apenas 17% dos entrevistados se disseram favoráveis à PEC.

A pesquisa do instituto Ipsos foi feita com 1,2 mil pessoas em entrevistas presenciais e possui margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Golpe no Senado
O Senado Federal aprovou, na noite desta terça-feira (29), o texto da PEC 55, que congela investimentos em saúde e educação, além de outros setores, por 20 anos. O projeto, também conhecido como PEC da Morte, recebeu votos favoráveis de 61 senadores. Todos os senadores da bancada do PT votaram contra o texto.

Por “coincidência”, os mesmos 61 senadores que votaram pelo golpe contra a presidenta eleita Dilma Rousseff, em agosto, foram favoráveis ao projeto do governo golpista de Michel Temer.

Agora, o texto deve ser votado em mais um turno, programado para 13 de dezembro.

Agência PT de Notícias

Leia mais:

Três meses após o impeachment, Senado volta a revogar o voto popular e aprova PEC da morte

 

PM reprime violentamente ato contra PEC 55 em Brasília

Leia também

Facebook
Twitter
Whatsapp
SOCIALICON