Pesquisa mostra que brasileiros apóiam direitos indígenas

:: Da redação23 de novembro de 2011 16:27

Pesquisa mostra que brasileiros apóiam direitos indígenas

:: Da redação23 de novembro de 2011

Cinquenta e quatro por cento dos brasileiros entendem que as terras indígenas são insuficientes para que as comunidades desenvolvam o seu modo de vida. Este é apenas um dos dados da pesquisa “Indígenas no Brasil: demandas dos povos e percepções da opinião pública”, realizada pela Fundação Perseu Abramo e divulgada na última terça-feira, na Câmara dos Deputados, durante o relançamento da Frente Parlamentar Mista de Apoio aos Povos Indígenas. 

A divulgação da pesquisa, que teve apoio da Fundação Rosa Luxemburgo, fez parte do ato de relançamento da Frente Parlamentar Mista de Apoio aos Povos Indígenas, que terá o deputado Padre Ton (PT-RO) como novo presidente. O senador Wellington Dias (PT-PI), descendente da Tribo Jê, também integra a Frente.

O levantamento teve apoio da Fundação Rosa Luxemburgo e abrangeu um universo total de 2006 entrevistas entre a população geral – realizadas em 150 municípios das cinco regiões – e 402 entrevistas com índios residentes em centros urbanos. Os resultados surpreenderam positivamente a Fundação Perseu Abramo e os parlamentares da frente. Alguns dos principais dados do estudo:

– 80% acreditam que existe preconceito contra indígenas;

– 86% concordam (71% totalmente e 15% em parte) que os indígenas protegem mais o meio ambiente do que os brancos;

– 66% acreditam (42% totalmente e 24% em parte) que os indígenas são os verdadeiros donos das terras do Brasil, porque já estavam aqui antes dos brancos chegarem;

– 61% acreditam que há conflitos com os indígenas hoje (destes, 62% acreditam que os conflitos envolvem disputas sobre demarcação e direito à terra);

– 54% entendem que as terras destinadas aos povos indígenas são insuficientes para o seu modo de vida;

– 79% acredita que os indígenas correm risco de perder suas terras;

– 40% avaliam que os grandes fazendeiros representam a maior ameaça aos indígenas;

– 77% acreditam (54% totalmente e 23% em parte) que fazendas e agroindústrias nas terras indígenas só deveriam ser permitidas se os índios concordassem;

– 88% acham que o governo deveria proteger os direitos indígenas;

– apenas 14% defendem (6% totalmente e 8% em parte) que o mais importante é o crescimento do país, mesmo que, para isso, os indígenas tenham que sair das suas terras.

Na opinião do deputado Padre Ton (PT-RO), novo presidente da frente Parlamentar em Apoio aos Povos Indígenas, o estudo da Perseu Abramo indica que a sociedade brasileira é menos conservadora do que o Congresso Nacional. “Esta Casa é anti-indígena, muito conservadora, e a pesquisa demonstra uma percepção positiva da sociedade em relação aos indígenas, inclusive no tocante aos seus principais problemas, como a garantia da terra como um direito destes povos, além da educação e da saúde”.

Para o presidente da Fundação Perseu Abramo, Nilmário Miranda, a pesquisa é muito positiva para os povos indígenas e os seus defensores. “O surpreendente da pesquisa é a indicação do amadurecimento da população brasileira no reconhecimento da importância do direito dos povos indígenas à terra, à cultura, à educação, à saúde, entre outros. Eu esperava uma rejeição maior. Acredito que a pesquisa servirá de estímulo à atuação da frente parlamentar”, declarou Miranda.

Fonte: PT na Câmara

Leia mais
Um resumo da pesquisa está disponível para download no site da Liderança do PT na Câmara

Leia também