Pesquisa revela: só 13% consideram positiva a gestão de Michel Temer

:: Da redação5 de agosto de 2016 20:38

Pesquisa revela: só 13% consideram positiva a gestão de Michel Temer

:: Da redação5 de agosto de 2016

Dados da pesquisa Carta Capital/Vox Populi mostram que, para 27% da população, o governo golpista é pior do que esperadoEssa você não vai ver nas manchetes dos jornalões, dispostos a consolidar o golpe contra o governo Dilma Rousseff. Dados de pesquisa realizada pelo Instituto Vox Populi, a pedido da revista Carta Capital, mostram que só 13% dos brasileiros avaliam como positiva a gestão de Michel Temer como presidente interino. E mais: os brasileiros não esperam muito do usurpador.  Para 43% dos eleitores, o combate à corrupção vai piorar com Temer na presidência, enquanto 49% avaliam que o desemprego vai aumentar.

Apenas um em cada seis dos entrevistados considera que a gestão do usurpador é “melhor que o esperado”. Para a maior parte dos eleitores, o governo é pior do que o esperado (27%) ou tão ruim quanto imaginavam (18%). Outros 9% avaliam que o governo do peemedebista é melhor que o esperado. Quase um terço dos entrevistados (30%) disse não saber avaliar ou não respondeu.

Ou seja, as justificativas dos golpistas de que o impeachment nasceu “da voz das ruas”, atende a um “clamor da população e que o governo tampão tem respaldo popular não passam de balela”. Numericamente, está comprovado que a rasteira que o vice-presidente eleito e sua trupe deram na presidenta eleita não passa de um golpe. Golpe branco, sem armas, parlamentar, mas, ainda assim, golpe.

A pesquisa foi realizada entre 29 de julho e 1º de agosto e publicada nesta sexta-feira (5) no site da revista Carta Capital.

Confira a íntegra do material:

Vox Populi: só 13% consideram positiva a gestão de Michel Temer

Vox Populi: Temer só supera expectativas de 16% dos eleitores

Vox Populi: Temer só supera expectativas de 16% dos eleitores

Vox Populi: aumento de idade para aposentadoria é rejeitado por 82%

 

Leia mais:

 

Pesquisa Ipsos: cai o apoio ao golpe. Brasileiros preferem Dilma a Temer