Pimentel cobra votação da LDO e reclama de “grevistas”

:: Da redação10 de julho de 2013 23:22

Pimentel cobra votação da LDO e reclama de “grevistas”

:: Da redação10 de julho de 2013

 

Pimentel reclamou da paralisação imposta
por deputados que não querem apreciar
a matéria

O apelo feito pelo líder do Governo no Congresso Nacional, José Pimentel (PT-CE), para a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2014 emperrada na Comissão Mista de Orçamento (CMO) da Casa por uma “greve” de parlamentares, que se recusam a aprovar a matéria, foi aceito. “Vamos precisar de um grande esforço de todos os Líderes, da Câmara e do Senado Federal, para que possamos votar também a Lei de Diretrizes Orçamentárias”. A matéria foi incluída na pauta do Congresso.

“É bom registrar que, há sessenta dias, setores da Câmara Federal implementam uma greve para que não se vote nada na CMO. Exatamente por isso, na data de hoje, 10 de julho, o parecer preliminar ainda não foi apreciado. Após o parecer preliminar, ainda teremos as emendas. Teremos também a votação deste parecer na CMO e, em seguida, a reunião do Congresso Nacional”, reclamou.

Pimentel pediu a inclusão da LDO na pauta do Congresso desta quinta-feira (11), quando deputados e senadores irão discutir os vetos presidenciais. A LDO define as diretrizes e parâmetros para aplicação dos recursos do Orçamento Geral da União, que será votado pela Casa no final do ano.

Leia mais:

Líderes definem novo rito para análise de vetos presidenciais

Leia também