Pinheiro destaca políticas para o Semiárido nordestino

Senador enfatizou que o solo baiano é fertilíssimo. “Mas é preciso que ali chegue água”.

:: Da redação5 de julho de 2013 16:36

Pinheiro destaca políticas para o Semiárido nordestino

:: Da redação5 de julho de 2013

 

“O Plano vai além de uma
estrutura pontual e trabalha
principalmente com medidas
perenizadoras”

Em pronunciamento nesta sexta-feira (05), o senador Walter Pinheiro (PT-BA) destacou o lançamento, pela presidenta Dilma Rousseff, de um Plano Safra para o Semiárido. Ele lembrou que, na Bahia, quase 70% do território são compostos pelo Semiárido. “O Plano para o Semiárido vai além de uma estrutura pontual e trabalha principalmente com medidas perenizadoras, com políticas para vencer, inclusive, uma das chagas que vivenciamos no Brasil num tempo bem recente, que era a utilização do carro-pipa como instrumento de pressão e a utilização da seca como instrumento de alienação”, explicou.

O senador lembrou que o solo da região conhecida como Semiárido baiano é fertilíssimo. “Mas é preciso que ali chegue água”, enfatizou, destacando que com os recursos do Plano Safra – R$7 bilhões, tanto para custeio, quanto para investimento será possível ajustar as condições de produção para mais de 1,6 milhão de famílias da agricultura familiar e para a produção do grande e do médio produtor.

Produção de alimentos
Pinheiro lembrou que, mesmo com a seca, a região deu respostas e foi um importante impulso para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). “A produção de alimentos impulsiona a economia e ajuda na derrubada da inflação, até porque o custo dos alimentos é fator preponderante na definição dessa política de combate à inflação”, afirmou.

Ele também chamou a atenção para a questão da renegociação das dívidas dos agricultores. “Esses produtores rurais brasileiros, particularmente os nordestinos, não deixaram de produzir porque pegaram o crédito e o enfiaram de forma irresponsável em outra atividade; deixaram de produzir porque as condições climáticas lhes impuseram esse caminho”, recordou.

Leia mais:

Dilma anunciará novidades do Minha Casa, Minha Vida
 

Dilma anuncia suspensão de dívidas de agricultores do Semiárido

Leia também