Pinheiro elogia pagamento e crédito pelo celular

Governo enviará projeto ao Congresso Nacional sobre bancarização e inclusão financeira.

:: Da redação12 de julho de 2012 21:46

Pinheiro elogia pagamento e crédito pelo celular

:: Da redação12 de julho de 2012

Em discurso no Plenário nesta quinta-feira (11/07), o senador Walter Pinheiro (PT-BA) elogiou a intenção do governo de enviar ao Congresso Nacional um projeto de lei sobre bancarização e inclusão financeira. O senador lembrou que é autor de um projeto sobre o assunto em tramitação no Senado (PLS 635/2011).

Walter Pinheiro explicou que a bancarização busca viabilizar serviços de pagamento e de crédito por meio da telefonia móvel (mobile bank). Com esse conceito, acrescentou Pinheiro, o celular poderia ser usado como cartão de crédito e funcionaria como uma ferramenta de inclusão social, tecnológica e bancária. Segundo o senador, esse tipo de sistema já é usado em muitos países, inclusive em nações menos desenvolvidas, como Filipinas e Quênia.

De acordo com o parlamentar, por conta da bancarização, houve a inclusão de 2 milhões de pessoas no sistema bancário do Quênia. No Brasil, disse Pinheiro, o celular pré-pago representa cerca de 80% dos aparelhos habilitados. Segundo o senador, o número mostra que a sustentação do sistema de telefonia móvel vem de uma parcela da população que tem menos recursos financeiros.

A bancarização poderia, na visão do senador, permitir que muitos brasileiros recebam crédito de programas sociais por meio do celular. Ele lembrou que muita gente precisa se deslocar de suas cidades para encontrar uma agência bancária e ter acesso a esse tipo de crédito. O uso do celular como meio de crédito evitaria, assim, gastos para as famílias mais pobres.

Walter Pinheiro sugeriu que o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) seja usado como pioneiro na iniciativa, por conta dos créditos de programas sociais usados pelo banco, principalmente no Nordeste. Os agricultores que recebem créditos oficiais também seriam beneficiados com a implantação do programa. Eles poderiam fazer compras em sua própria localidade.

O senador lembrou que os recursos tecnológicos estão se tornando populares e permitindo que mesmo pequenos comércios usem o cartão de crédito. “Fiquei muito feliz com a intenção do governo. Com a bancarização, vamos facilitar a vida do cidadão e levar desenvolvimento ao lugar onde as pessoas estão”, afirmou.

Agência Senado

Leia a íntegra do discurso do senador Walter Pinheiro

Leia também