Pinheiro pede flexibilização de imposto para carro importado

“Flexibilização servirá de estímulo e comprometimento maior das montadoras com unidades no Brasil”

:: Da redação14 de outubro de 2011 19:51

Pinheiro pede flexibilização de imposto para carro importado

:: Da redação14 de outubro de 2011

Em discurso no Plenário nesta terça-feira (11), o senador Walter Pinheiro (PT-BA) recomendou ao governo a flexibilização do Imposto sobre Produtos Importados (IPI) para montadoras estrangeiras. O senador sugeriu uma tabela progressiva com base no índice de nacionalização dos produtos.

“Essa flexibilização servirá de estímulo e comprometimento maior das montadoras com suas unidades aqui no Brasil”, explicou.

Walter Pinheiro lembrou que, no mês passado, o governo aumentou em até 30% o IPI sobre carros importados, como forma de proteger a indústria nacional. De acordo com o senador, a expectativa do mercado era de que as montadoras comercializassem 3 milhões de carros em 2011, sendo 1/3 de carros importados. O senador elogiou a medida do governo, uma vez que o aumento de IPI era uma forma de proteger os empregos nacionais.

“Mas passado pouco mais de um mês, o cenário econômico sofreu mudanças, inclusive com inversão cambial. Por isso, são necessárias medidas de ajuste”, argumentou o senador.

De acordo com Walter Pinheiro, a flexibilização do IPI ajudaria na política de atrair empresas para o Brasil. O senador lembrou que montadoras como a Cherry e a Jac Motors anunciaram a intenção de instalar fábricas no país, enquanto outra montadora, a Nissan, pretende aumentar sua linha de produção.

“É fundamental fazer esses ajustes. Essas empresas merecem esse período de transição, pois mesmo diante da crise e de aumento de impostos, querem instalar fábricas no Brasil”, disse.

Leia a íntegra do discurso do senador Walter Pinheiro

Agência Senado

Leia também