Portela: PT chega aos seus 34 anos comemorando os feitos vitoriosos

“Sinto-me orgulhosa de integrar um partido que vem promovendo um processo de transformações sociais, econômicas e culturais na vida do povo”.

:: Catharine Rocha13 de fevereiro de 2014 14:28

Portela: PT chega aos seus 34 anos comemorando os feitos vitoriosos

:: Catharine Rocha13 de fevereiro de 2014

Uma das legendas mais importantes da política nacional, o Partido dos Trabalhadores, completou 34 anos de fundação na última segunda-feira (10), com importante marca de 11 anos à frente da Presidência da República. Números comemorados pela senadora Ângela Portela (PT-RR), em discurso na tribuna do Senado nessa quarta-feira (12), em razão das transformações estruturais que o Brasil passou com a colaboração da sigla.

“Sinto-me orgulhosa de integrar um partido que vem promovendo um processo de transformações sociais, econômicas e culturais na vida do povo brasileiro”, afirmou. “Fruto de uma vontade política de adotar, implantar e avaliar, periodicamente, políticas públicas e ações estratégicas e infraestruturais nas áreas de saúde, educação, cultura, esporte, lazer, entre outras”, completou.

Como prova da melhoria de vida alcançada por milhões de brasileiros, Portela citou o maior programa social de transferência de renda do mundo. “O Bolsa Família vem protagonizando irrefutável processo de redução das desigualdades sociais e econômicas. Por esse histórico feito, o Bolsa Família tem sido motivo de elogio, até mesmo por parte de setores da mídia internacional”, observou a senadora, em referência a reportagens publicadas recentemente nos jornais El País e The Washington Post, em que há clara defesa do programa e o reconhecimento de sua efetividade.

Dados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) mostram que Bolsa Família levou cerca de 1,7 milhão de famílias brasileiras à superação da pobreza. “Quer dizer que quase 2 milhões de famílias deixaram de receber o benefício porque aumentaram sua renda desde 2003. Junto com o Brasil sem Miséria, cujo desafio maior é superar a extrema pobreza até o final de 2014, o Bolsa Família já retirou da extrema pobreza 36 milhões de pessoas”, frisou a senadora petista.

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) possui outro dado relevante: para cada real investido no Bolsa Família, há um retorno para a economia de R$ 1,78. Ou seja, o programa, além de produzir o alívio imediato da pobreza, gera o crescimento econômico do País.

“Tal êxito do Bolsa Família pode ser atribuído às três redes que o constitui, que são: a de assistência social, responsável por cadastrar e apoiar famílias em situação de maior vulnerabilidade; a de educação, que acompanha a freqüência escolar; e a de saúde, para acompanhar a vacinação e a nutrição de crianças, além de fazer o pré-natal das gestantes. Fato é que, dez anos depois de sua criação, o programa de transferência de renda que já beneficiou mais de 50 milhões de brasileiros é recomendado por organizações internacionais como exemplo de sucesso na redução da pobreza”, concluiu Ângela Portela.

A senadora petista ainda destacou que nesses 34 anos do PT outros índices também devem ser comemorados, como: a criação de mais de 21 milhões de empregos informais; o “êxito do programa habitacional Minha Casa Minha Vida”, que ajudou mais de 1,5 milhão de famílias brasileiras de baixa renda a realizar o sonho de  ter a casa própria; e os “sucessos nas políticas de educação”, a exemplo da expansão de 30% nas vagas de ensino superior em todo o território brasileiro e do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que conta com 5,7 milhões de matrículas, das quais 4 milhões são em cursos de qualificação profissional e 1,7 milhão nos cursos técnicos.

“Para registrar a importância para a transformação social e econômica dos municípios onde essas instituições de ensino superior técnico foram instaladas em nosso estado, cito o caso de Amajari. Constatamos, em estudos recentes, que, com a instalação do Instituto Federal de Ensino lá, dobrou o PIB do Município”, ponderou a petista.

“O PT chega aos 34 anos, cumprindo a maioria das promessas que fez no início de seu surgimento: de lutar por mais democracia, mais justiça social, mais liberdade, mais emprego, um salário mínimo que garanta o poder real de compra do trabalhador e, sobretudo, com menos desigualdade social”, finalizou Ângela Portela.

Catharine Rocha

Leia mais:

Renovando-se, PT chega aos 34 anos de luta por um Brasil melhor

Três dias de comemoração celebram o 34º aniversário do PT


Leia também