Presidenta volta a defender alfabetização na idade certa

:: Da redação12 de novembro de 2012 12:38

Presidenta volta a defender alfabetização na idade certa

:: Da redação12 de novembro de 2012

A presidenta Dilma Rousseff reforçou, nesta segunda-feira (12/11), durante o programa Café com a Presidenta, a importância do programa sobre o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, anunciado em cerimônia no Palácio do Planalto na última quinta-feira (08/11). O programa prevê investimentos de R$ 2,7 bilhões até 2014 em capacitação, material didático e bolsas para cerca de 360 mil professores alfabetizadores.

“Estamos trabalhando para sermos uma sociedade com igualdade de oportunidades. Estamos formando as bases e os pilares, sobre os quais vamos construir o futuro do nosso país e das nossas crianças. (…) O nosso objetivo é fazer com que todas as crianças do nosso país, sem exceção, sejam alfabetizadas até os oito anos de idade. Isso quer dizer que, com essa idade, toda criança vai ter de saber ler, escrever, interpretar um texto simples e, também, somar e subtrair, e ter noções de multiplicar e dividir”, ressaltou.

Para a presidenta, o sucesso do pacto passa pela valorização dos professores alfabetizadores, considerados por elas “os heróis dessa nossa história”. Para capacitação, estão sendo preparados cursos em 34 universidades, com aulas ministradas, uma vez por mês, na cidade do professor, que receberá bolsa de R$ 200 para despesas com deslocamento e alimentação.

“Todos os professores são importantes, mas os 360 mil alfabetizadores do Brasil são os mais importantes, porque estão formando a base, o futuro do conhecimento do País. Por isso, queremos atrair para a alfabetização os melhores professores das escolas. E vamos também, Luciano, premiar os melhores resultados. Para isso, vamos usar os resultados da avaliação que faremos no final do próximo ano com os alunos de todo o Brasil. Nós já reservamos R$ 500 milhões para essa premiação”, disse.

A presidenta lembrou que o pacto ainda prevê avaliações periódicas do aprendizado dos estudantes, que, segundo ela, é “uma das iniciativas mais importantes”. O objetivo é detectar se alguma criança está ficando para trás no conteúdo a tempo de ajudá-la a aprender na idade certa. Dilma ainda lembrou o caso de Sobral, no interior do Ceará, que começou com o programa em 2001, e foi ampliado para todo o estado. Antes da implementação da iniciativa, em 2000, 11% das crianças do primeiro ano do ensino fundamental da cidade abandonavam a escola, e, quatro anos depois, o abandono escolar caiu para zero.

“Veja que esse é um esforço que vale a pena e pode mudar a vida de muita criança. Eu quero pedir aos pais que também assumam esse compromisso com a Alfabetização na Idade Certa. O governo está fazendo a sua parte. Estamos investindo na construção de creches e pré-escolas em todo o país e na educação em tempo integral. As crianças que chegam no primeiro ano da escola vindo de uma creche e de uma pré-escola já vêm mais preparadas para a alfabetização”, ressaltou.

Com informações do Blog do Planalto, PT Nacional e agências de notícias

Leia também

Facebook
Twitter
Whatsapp
SOCIALICON