Programa Mais Médicos beneficiará 63 milhões de brasileiros em 2015

:: Da redação5 de fevereiro de 2015 18:21

Programa Mais Médicos beneficiará 63 milhões de brasileiros em 2015

:: Da redação5 de fevereiro de 2015

Governo vai abrir mais 4.146 vagas no programa Mais Médicos para levar atendimento de saúde às populações mais carentesA ampliação do programa Mais Médicos vai garantir que 13 milhões de brasileiros tenham acesso a serviços básicos de saúde. Hoje, o programa chega a 50 milhões de brasileiros. Até o final do ano, segundo previsões do ministro da Saúde, Arthur Chioro, esse número será ampliado para 63 milhões. Para isso, 4.146 novas vagas estão sendo abertas, inclusive em doze distritos indígenas.

“São os municípios mais pobres, mais vulneráveis, com menos IDH, que estão nas regiões mais críticas do País, nos distritos de saúde indígena, quilombolas e na periferia das grandes cidades”, afirmou o ministro Arthur Chioro em entrevista concedida ao Blog do Planalto.

A região Nordeste será a maior beneficiada com 1.784 vagas, seguida pelas regiões Sudeste com 1.019, Sul com 520, Norte com 395 e Centro-Oeste com 393. O ministro fez questão de enfatizar que o principal objetivo do programa é atender a população mais carente.

“O que norteia desde o começo o Mais Médicos é beneficiar quem mais precisa e em uma área essencial para organizar o sistema de saúde brasileiro que é a área da atenção básica. São médicos que atuam no posto de saúde, lá no bairro, onde vivem as pessoas. A atenção básica bem feita, com uma equipe completa, faz toda a diferença para garantir a saúde que a população precisa”, ressaltou.

Médicos brasileiros

O ministro também anunciou o aumento do número de médicos brasileiros interessados em integrar o Mais Médicos. Só em 2015, 15.747 médicos brasileiros se inscreveram para participar da iniciativa que oferece, nesta edição, 4.147 vagas. Esse número representa uma relação de 3,7 médicos brasileiros por vaga. Atualmente, dos 14.462 médicos que atuam no programa em todo o Brasil, 1.846 são brasileiros.

As novas oportunidades poderão ser disputadas por 15.747 médicos brasileiros que se inscreveram na seleção aberta pelo Ministério da Saúde em janeiro deste ano. A maioria deles (11.736) optou por receber 10% de pontuação na prova de residência após um ano de atuação no Programa. Esta foi uma novidade deste edital do Mais Médicos, visando atrair mais profissionais recém-formados.

Chioro atribui o maior interesse dos médicos brasileiros em participar do programa à credibilidade do programa junto à população, além da possibilidade dos profissionais aproveitarem essa experiência como bonificação nas provas de residência médica.

Segundo estudo realizado pelo Ministério da Saúde em parceria com UFMG, 94% da população que utiliza o programa está satisfeita com o atendimento prestado pelo Mais Médicos.

Com informações do Blog do Planalto e do Ministério da Saúde