Bancos públicos

PT defende estratégias para financiar o desenvolvimento

No seminário, será lançada a Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos" para apoiar e defender as instituições e acompanhar os assuntos afins junto ao Executivo, Legislativo e Judiciário, entre outras atividades
:: Da redação7 de junho de 2017 19:30

PT defende estratégias para financiar o desenvolvimento

:: Da redação7 de junho de 2017

As Bancadas do PT no Senado e na Câmara promovem no próximo 13 de junho, terça-feira, o seminário “Estratégias para financiar o desenvolvimento”. O seminário debaterá o papel dos bancos públicos no incentivo à produção e na retomada da economia nacional em crise. O evento acontecerá no auditório do Interlegis, junto ao Senado Federal, em Brasília, a partir das 9h30. Veja abaixo a programação completa.

No seminário, será lançada a Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos”, formada por parlamentares do Congresso Nacional. A Frente contará com participação de governadores, parlamentares estaduais, entidades do setor e da sociedade civil. O lançamento está previsto para o mesmo local, às 12h30. O objetivo da Frente é apoiar e defender os bancos públicos acompanhar os assuntos afins junto ao Executivo, Legislativo e Judiciário, assim como promover a participação ampla e democrática da sociedade no debate sobre o seu papel.

Com participação de especialistas, e mediação do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) e do deputado federal José Carlos Nunes Júnior (PT-MA|), o seminário pretende refletir sobre “como podemos garantir uma forma eficaz de ampliar o financiamento do desenvolvimento a um custo baixo e com regularidade? Também responder se “na atual conjuntura é possível uma atuação anticíclica dos bancos públicos?” E, ainda, definir qual é “o papel do crédito direcionado no financiamento ao desenvolvimento e para a retomada do crescimento”, entre outros temas.

Atualmente, os bancos públicos respondem por cerca de 50% do total de crédito da economia e representam 24,4% do PIB. Além de financiar a agricultura e a pecuária, os bancos públicos são responsáveis por financiar diversos programas sociais. A Caixa, por exemplo, utilizando recursos do FGTS, foi fundamental para corrigir em parte do déficit habitacional no país.

O papel dos bancos públicos, no entanto, está sob ameaça do atual regime de exceção imposto ao país, em favor do sistema financeiro privado nacional e internacional. “A ofensiva contra o crédito e os bancos públicos é um obstáculo intransponível à retomada do crescimento”, alerta estudo da liderança do PT no Senado. “A banca privada não vai soltar dinheiro numa situação de insegurança e recessão”, diz o documento.

seminário programa

Imagem: Divulgação

Leia também