Reconhecimento

PT no Senado é destaque do prêmio Congresso em Foco

Quatro senadores da bancada do PT ficaram entre os dez melhores senadores do País na votação popular
:: Da redação21 de agosto de 2020 10:26

PT no Senado é destaque do prêmio Congresso em Foco

:: Da redação21 de agosto de 2020

A bancada do PT no Senado foi o grande destaque entre os vencedores do Prêmio Congresso em Foco 2020. O evento premiou os parlamentares escolhidos pela votação popular – com participação recorde com mais de 2 milhões de votos – além dos nomes indicados pelo júri de jornalistas e pelo júri especializado.

Entre os dez melhores senadores do País, o PT no Senado contou com quatro vencedores. O líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE) ocupou a oitava colocação, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) foi o 10°, o senador Jaques Wagner terminou em segundo lugar e Paulo Paim o primeiro colocado, eleito o melhor senador do País.

Paulo Paim lembrou em seu discurso que sua história política sempre foi pautada pela luta contra o racismo, contra as discriminações, os preconceitos e todas as formas de violência. “Alguns dizem que somos sonhadores, sim sonhadores de alma de coração, somos aqueles que acreditam na magia das pegadas na areia”, disse.

O senador Rogério Carvalho agradeceu a votação recebida e parabenizou os colegas de bancada pela excelente votação obtida. “Aproveito não só para comemorar a premiação, mas também para parabenizar os demais parlamentares premiados, meus colegas do Partido dos Trabalhadores em especial, e agradecer a toda minha equipe de trabalho, e principalmente ao povo sergipano pela confiança. É o Partido dos Trabalhadores sendo reconhecido nacionalmente por seu trabalho em defesa da soberania do nosso povo”, destacou.

Já o senador Jaques Wagner discursou afirmando a manutenção da luta para que “o Brasil a encontre o caminho da prosperidade e do engrandecimento da nação e da nossa gente”.

Por fim, o senador Jean Paul Prates destacou que a votação mostra que a luta dos senadores do PT está no caminho certo: na defesa da democracia, das nossas estatais e dos interesses da população do Brasil. “Vamos continuar lutando e fazendo política com dignidade e compromisso”, enfatizou.

Leia também