Independência do Senado

PT protocola ação contra Aécio no Conselho de Ética

O Partido dos Trabalhadores protocolou junto ao Conselho de Ética do Senado Federal representação contra o senador Aécio Neves para verificação de indícios da prática de crimes que configurem a quebra de decoro
:: Da redação28 de setembro de 2017 17:52

PT protocola ação contra Aécio no Conselho de Ética

:: Da redação28 de setembro de 2017

O Partido dos Trabalhadores entrou no Conselho de Ética com representação contra o senador Aécio Neves por quebra de decoro parlamentar. A representação pede verificação de indícios da prática de crimes que configurem a quebra de decoro, a partir dos autos de Inquéritos que tramitam no Supremo Tribunal Federal ((4483/4506).

Nos autos, segundo a representação, consta gravação obtida por meio de processo de Ação Controlada no curso da Operação Patmos, do âmbito da Operação Lava Jato, em que o Senador Aécio Neves da Cunha aparece em áudio solicitando vantagem financeira para si ao Sr. Joesley Mendonça Batista, ora preso preventivamente no curso da mesma investigação, no valor de 2 milhões de Reais.

[blockquote align=”none” author=”Senadora e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann”]”O Código de Ética do Senado Federal dá poderes para a Casa tratar do assunto e afastar o Senador Aécio Neves”[/blockquote]

ÍNTEGRA DA REPRESENTAÇÃO NO CONSELHO DE ÉTICA

Na sessão plenária do Senado, os parlamentares aprovaram por 43 votos a 8 (e uma abstenção) pedido de urgência para votar em sessão extraordinária a decisão do Supremo Tribunal Federal de afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Após a votação, a sessão foi marcada para a próxima terça-feira.

O Partido dos Trabalhadores também reafirmou a posição emitida ontem, em nota oficial (veja abaixo), considerando a decisão do STF sem previsão constitucional. Segundo a executiva do partido, quem tem poder de afastar temporária ou definitivamente um senador no exercício de seu mandato é o próprio Senado Federal.

NOTA OFICIAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES

Leia também