Puxados para baixo pela supersafra, preços agrícolas devem seguir em queda

:: Da redação29 de abril de 2013 16:08

Puxados para baixo pela supersafra, preços agrícolas devem seguir em queda

:: Da redação29 de abril de 2013

 

Há previsão de queda nos preços também dos
suínos e aves, além de hortaliças e frutas

Impulsionada pelos excelentes resultados do primeiro trimestre, a safra brasileira de grão gerou grande oferta de produtos como a soja e o milho. Como nem toda essa produção foi voltada para a exportação, a expectativa dos economistas é mais do que otimista: eles apostam na quarta deflação (queda nos índices de inflação) consecutiva em abril, o que manterá o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) praticamente estável na passagem mensal.

Economistas apostam numa redução de 0,20% em abril, contra variação positiva de 0,21% em março. Suínos e aves também vão recuar de preço, observam os especialistas, por causa da desaceleração da soja e do milho, insumos usados na ração desses animais.

Os preços dos produtos industrializados vão continuar em terreno positivo, segundo a expectativa do mercado. O minério de ferro, que subiu 5,88% em março, ainda vai ganhar força nesta leitura e levar o IPA-Industrial a mostrar avanço entre 0,30% e 0,40% neste mês, ante variação positiva de 0,3% na leitura anterior.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) também vai ceder na passagem mensal, avaliam os economistas, em resposta à desaceleração esperada para hortaliças e frutas.

O Índice Nacional de Custos da Construção Civil (INCC-M), já divulgado, subiu 0,84% em abril, pressionado principalmente pelo aumento do custo com mão de obra, que avançou 1,15% por causa dos reajustes no Rio de Janeiro e em Salvador.  

Com informações de agências onlines

Leia mais:

Supersafra 2013/2014 deve reduzir a pressão inflacionária
 

Banco Central: Tombini repele criação de clima inflacionário

Leia também