Previdência Social

Reforma de Temer é para excluir, dizem especialistas

Documento é dirigido à classe trabalhadora, aos sindicatos e movimentos sociais
:: Marcello Antunes21 de fevereiro de 2017 13:41

Reforma de Temer é para excluir, dizem especialistas

:: Marcello Antunes21 de fevereiro de 2017

Um documento de 212 páginas, de autoria de mais de 50 especialistas em economia, direito, proteção social e mercado de trabalho, traz uma análise densa e didática sobre os efeitos nocivos que a Reforma da Previdência do governo ilegítimo imporá à vida dos trabalhadores, homens, mulheres e jovens, caso seja aprovada pelo Congresso Nacional.

Intitulado “Previdência: reformar para excluir?”  é uma iniciativa da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e da Plataforma Política Social. Teve à frente dos trabalhos organizativos o professor de economia da Unicamp, Eduardo Fagnani.

Dirigido à classe trabalhadora, aos sindicatos, associações e movimentos sociais, os especialistas rechaçam os argumentos falsos e mentirosos do governo ilegítimo, cuja intenção é vender para a população a narrativa de que a necessidade da reforma se dá por causa de um déficit nas contas. Essa é a principal mentira contada pelo governo Temer. A Seguridade Social, formada pelo tripé da Previdência, da Assistência Social e da Saúde, é superavitária, em que pese o ataque do governo ilegítimo aos recursos orçamentários dessa área.

Em março, os organizadores lançam um estudo adicional, desta vez denunciando as inconsistências do modelo atuarial adotado pelo governo golpista para projetar cenários financeiros “tenebrosos” para 2060. Os organizadores apoiam a iniciativa de criar uma CPI para investigar as contas da Previdência.

Leia o estudo completo

Leia a síntese do estudo

 

Reprodução autorizada mediante citação do site PT no Senado

Leia também