Plenário

Rogério Carvalho: o Castelo de Cartas” montado pela Operação Lava Jato ruiu

A Lava Jato tinha uma clara intenção de perseguir o Partido dos Trabalhadores e o ex-presidente Lula, afirma o senador
:: Assessoria do senador Rogério Carvalho11 de junho de 2019 11:12

Rogério Carvalho: o Castelo de Cartas” montado pela Operação Lava Jato ruiu

:: Assessoria do senador Rogério Carvalho11 de junho de 2019

Uma reportagem divulgada no último domingo (9) revela uma série de mensagens atribuídas ao ex-juiz Sérgio Moro e ao procurador Deltan Dallagnol, do Ministério Público Federal (MPF), que demonstram certa “colaboração” entre eles quando atuavam na força-tarefa da Lava Jato.

O senador Rogério Carvalho (PT-SE), vice-líder da bancada, indignado com o esquema desmascarado pela publicação e que já havia sido denunciado pelo ex-presidente Lula, apontou os abusos e a ação criminosa que aconteceu nos últimos anos. “As revelações demonstram o que todos já sabiam, mas não tinham como provar cabalmente. A condenação de Lula e uma gigantesca farsa jurídica.”, destacou o senador.

Rogério apontou a combinação que existiu entre um juiz e um procurador a fim de perseguir algumas pessoas. E deixou claro que numa situação como essa, não há cidadão que resista: “Quando um juiz coordena, manda, define como o Ministério Público deve agir, como a Polícia Federal deve agir, não há cidadão, por mais correto, por mais digno que resista à perseguição do estado”.

Confira a íntegra da matéria

 

Leia também