Seminário: Aníbal Diniz destaca vitorias e desafios nos 34 anos do PT

Senador defendeu reflexão sobre a trajetória do partido, “protagonista de transformações que melhoraram a vida da população” 

:: Da redação20 de fevereiro de 2014 20:48

Seminário: Aníbal Diniz destaca vitorias e desafios nos 34 anos do PT

:: Da redação20 de fevereiro de 2014

“Tenho muito orgulho história
política de luta e de conquistas
de um partido que melhorando
a vida do povo brasileiro”

Os 34 anos do Partido dos Trabalhadores, comemorados no último dia 10 de fevereiro, foram o tema do seminário promovido pelo núcleo do PT no Congresso, na última quarta-feira (19), na Câmara dos Deputados. O senador Aníbal Diniz (PT-AC), que participou dos debates, destacou a importância de uma reflexão sobre as conquistas alcançadas nessas mais de três décadas. Em discurso ao Plenário, nesta quinta-feira, ele fez uma avaliação das mudanças implementadas no País pelos governos petistas e dos desafios que se apresentam para o PT neste ano eleitoral.

“Tenho muito orgulho e reconhecimento pela grande história política de luta e de conquistas de um partido que está transformando para o melhor o Brasil e melhorando a vida do povo brasileiro”, afirmou o senador, para quem o PT foi a maior novidade político-partidária da segunda metade do século 20 no Brasil e que, 20 anos depois de sua fundação, já galgava um novo patamar, com a eleição de Lula para a Presidência da República. “A partir da eleição e reeleição de Lula e a eleição de Dilma, o PT se consolida como protagonista de transformações que revolucionou as condições de vida da população”, resumiu.

O senador destacou que “apesar da torcida da oposição”, os modelos de administração e de gestão política compartilhada, adotados pelo PT, com uma ampla frente de partidos aliados, seguem na preferência da maior parcela do eleitorado. “A ponto de termos hoje, ainda no início de um ano eleitoral, segundo a pesquisa divulgada na última terça-feira (18), um quadro no qual a presidenta Dilma Rousseff seria reeleita no primeiro turno, se a eleição fosse hoje”, lembrou Aníbal.

Apesar de a oposição tentar negar as conquistas dos 11 anos de governos petistas, resultados como o da pesquisa, frisa Aníbal, demonstram que a população reconhece as mudanças para melhor introduzidas no País. “É certo que passamos por momentos difíceis como inúmeros países, mas construímos alicerces para superar adversidades”, avaliou. E emendou: “Alicerces sólidos na criação de empregos e no combate ao desemprego, que nos permitem manter uma condução econômica com controle da inflação e de crescimento, mesmo que em menor patamar, devido à crise que permanece atingindo as economias globais”.

O senador enfatizou o legado de mudanças estruturais e consistentes alcançados nos governos Lula e Dilma e comemorou o fato de o PT seguir “como um partido forte, com a militância unida e com propósitos inabaláveis”.

Eleição no Acre
Aníbal anunciou que não concorrerá à reeleição para o Senado. Para consolidar a política de alianças no plano estadual e contribuir para as alianças nacionais, a candidata será a atual deputada Perpétua Almeida, do PCdoB. “Fiquei muito feliz com essa escolha porque ela aconteceu de maneira muito respeitosa, foi uma construção rica, bem debatida”, afirmou o senador. “Defendemos aqui, muitas vezes, uma bandeira do Partido dos Trabalhadores que prevê maior equilíbrio de gênero no Parlamento, com maior participação da mulher, e vejo que eu estou dando uma contribuição na prática para esse equilíbrio de gênero”.
 

Leia mais:

Relato de mineiras mostra êxito dos programas do Governo Federal

Portela: PT chega aos seus 34 anos comemorando os feitos vitoriosos

Renovando-se, PT chega aos 34 anos de luta por um Brasil melhor

Três dias de comemoração celebram o 34º aniversário do PT


Leia também