ENTREGUISMO

Senado pode votar entrega 70% do Pré-sal nesta terça

Base do governo Temer pretende deliberar requerimento de urgência de projeto que libera Petrobras para vender maioria das reservas ao capital estrangeiro
:: Agência PT de Notícias6 de novembro de 2018 10:10

Senado pode votar entrega 70% do Pré-sal nesta terça

:: Agência PT de Notícias6 de novembro de 2018

O Senado deve retomar, nesta terça-feira (6), a votação de requerimento de urgência do projeto de lei que libera a Petrobras para vender até 70% do Pré-sal ao capital estrangeiro. Pela proposta, a estatal poderá, sob o governo dos entreguistas, vender as áreas de cessão onerosa da reserva para empresas multinacionais.

João Antônio de Moraes, da direção nacional da Federação Única dos Petroleiros (FUP), criticou a medida e afirmou que a venda será “um imenso prejuízo ao povo brasileiro”.

Aprovada em 2010, a lei que estabeleceu a cessão onerosa autorizou a União a ceder para a Petrobras o direito de produzir até 5 bilhões de barris de petróleo em seis grandes áreas do pré-sal na Bacia de Santos. A estatal, por sua vez, repassaria o valor correspondente em forma de ações preferenciais da empresa, como contrapartida.

A entrega das áreas do Pré-sal e o atrelamento do preço dos combustíveis ao mercado internacional – medida começada por Temer e que deve ter continuidade com Jair Bolsonaro – deve levar a uma elevação ainda maior no preços do botijão de gás, fazendo o valor de uma unidade ultrapassar a barreira dos R$ 100, segundo Moraes. Ao fim do governo Dilma Rousseff, o botijão era comercializado por R$ 45, atualmente é vendido por R$ 75 em média.

Para Moraes, é preciso barrar essa votação e por isso é preciso a atuação dos parlamentares “comprometidos com interesses do povo brasileiro”. O diretor acredita que a eleição do novo presidente impulsiona as privatizações.

Confira a íntegra da matéria

 

Leia também