Eleições 2018

Senadores petistas disputam executivos estaduais

Três integrantes da atual bancada do PT no Senado devem trocar o Parlamento pelos desafios de cargos executivos
:: Cyntia Campos10 de agosto de 2018 15:57

Senadores petistas disputam executivos estaduais

:: Cyntia Campos10 de agosto de 2018

Três integrantes da atual bancada do PT no Senado devem trocar o Parlamento pelos desafios de cargos executivos a partir de janeiro de 2019. O senador Paulo Rocha é candidato ao governo do Pará, a senadora Fátima Bezerra disputa o governo do Rio Grande do Norte e a senadora Regina Sousa pleiteia a vice-governança de seu estado, o Piauí.

Entre os demais integrantes da bancada, quatro buscam garantir o retorno ao Senado na próxima Legislatura— Humberto Costa (PE), Jorge Viana (AC), Lindbergh Farias (RJ) e Paulo Paim (RS). A senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidenta nacional do PT, é candidata a uma vaga na Câmara dos Deputados. O ex-ministro da Previdência, José Pimentel (CE), não disputa qualquer cargo nas eleições de outubro.

Fátima
A senadora Fátima Bezerra, que chegou à Casa em 2015, encabeça a chapa da coligação PT – PC do B – PHS para o governo do Rio Grande do Norte. Seu candidato a vice-governador é o presidente estadual do PC do B, Antenor Roberto. Na disputa para as duas vagas do Senado estão escalados o médico Alexandre Motta (PT) e atual deputada federal Zenaide Maia (PHS).

Fátima Bezerra, 63 anos, é uma das principais defensoras da Educação no Parlamento brasileiro, na atualidade. Pedagoga de formação, professora e com longa militância na área, ela chegou ao Senado após dois mandatos como deputada federal. Foi professora da Em 2017, foi eleita presidenta da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado.

Atualmente, Fátima preside a Comissão de Desenvolvimento Regional do Senado.

Paulo Rocha
O senador Paulo Rocha, 65 anos, também está na Casa desde 2015, onde chegou com mais de 1,5 milhão de votos — em um universo de 5,1 milhões de eleitores. Em outubro de 2018, Rocha disputa o governo do Pará em uma chapa em aliança com o PC do B, que indicou a ex-deputada Sandra Batista como vice-governadora. Para o Senado, o PT traz o atual deputado federal Zé Geraldo.

Paulo Rocha é fundador do Partido dos Trabalhadores da Central Única dos Trabalhadores (CUT), gráfico de profissão e com longa militância sindical e em apoio ao movimento dos trabalhadores do campo.

No Senado, ele tem se destacado pela defesa do desenvolvimento sustentável na Amazônia. Líder da Bancada do PT em 2016, Paulo Rocha ocupa atualmente a vice-liderança do PT no Senado e a Liderança do PT no Congresso Nacional.

Regina
A senadora Regina Sousa, 68 anos, também está concluindo seu quarto ano de mandato na Casa, onde atualmente preside a Comissão de Direitos Humanos, onde chegou após assumir a vaga de seu colega de chapa, Wellington Dias, eleito para o terceiro mandato como governador do Piaui. Anteriormente, os dois militaram juntos no sindicato dos bancários e Regina ocupou a Secretaria de Administração no segundo governo de Wellington.

Agora em 2018, Regina repete a dobradinha tão bem-sucedida com Wellington, ocupando o posto de vice-governadora na chapa que deve reeleger o petista para a chefia do Executivo piauiense, numa coligação composta por oito partidos.

Leia também