Setor ferroviário do País é preocupante e deve ser prioridade, diz Viana

Para o senador, o transporte ferroviário “é a única saída para superar os problemas logísticos e atender o crescente volume de cargas”, disse.

:: Da redação17 de maio de 2012 20:33

Setor ferroviário do País é preocupante e deve ser prioridade, diz Viana

:: Da redação17 de maio de 2012

Pelas dimensões continentais do País e o crescente desenvolvimento econômico e produtivo, o Brasil deveria estabelecer como prioritário o transporte ferroviário como alternativa para enfrentar os problemas logísticos. Essa é a avaliação do senador Jorge Viana (PT-AC) que participou na manhã desta quinta-feira (17/05) de audiência pública conjunta das comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Infraestrutura (CI), para discutir o marco regulatório do setor, que completará 30 anos.

“A ferrovia é a única saída para o Brasil superar os problemas logísticos e atender o crescente volume de cargas”, disse ele para o site da Liderança do PT no Senado, ao observar que está faltando estabelecer uma política com prazos, investimentos garantidos de longo prazo e regras para a relação público-privada para o setor ferroviário.

“Eu tenho colocado como questão central do meu mandato a luta pela ferrovia intercontinental. São mais de quatro mil quilômetros, saindo do litoral da Bahia até o município de Cruzeiro do Sul, no Acre. A ferrovia é importante para o sistema intermodal entre a rodovia BR 364 no Acre, que será inaugurada este ano, para promover a ligação brasileira com a Costa do Pacífico, via Ucayali, no Peru”, explicou

Viana salientou que é uma prioridade incentivar a construção da ferrovia pelo lado peruano até Cruzeiro do Sul, onde a BR 364 faria parte do sistema intermodal, até por conta da localização geográfica do estado. “Na Amazônia temos três grandes desafios antes do setor rodoviário. O primeiro é usar bem os rios, nossas estradas naturais, o segundo é o transporte aéreo e o terceiro é o ferroviário”, disse.

viana_1705BR 364
O senador Jorge Viana contou que nesta manhã acompanhou o governador do Acre, Tião Viana e o senador Aníbal Diniz, na reunião com o Ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos e com o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT), Jorge Ernesto Pinto Fraxe, onde defenderam a liberação dos recursos para a finalização da rodovia BR 364 que será inaugurada ainda neste ano. “Os recursos ficaram garantidos e o governador teve atendida sua solicitação para a conclusão dos trabalhos de recuperação dos trechos que precisam de reparos”, explicou.

Segundo o senador Viana, também foi solicitado ao Ministério dos Transportes e ao DNIT que adote como posição de governo a construção da ponte sobre o Rio Madeira na divisa dos estados do Acre e Rondônia. “É uma vergonha essa ponte não ter sido feita até agora”, desabafou.

Ouça o senador Jorge Viana
{play}images/stories/audio/viana_ferrovias_1705.MP3{/play}
Clique com o botão direito para baixar o áudio

Marcello Antunes

Foto: Flickr Ministério do Planejamento 

Leia também