Suco de laranja: Delcídio comemora fim de restrições pelos EUA

“Num momento de crise financeira mundial, essa medida pode abrir espaço para outros produtos, como o etanol brasileiro que ainda enfrenta barreiras”, disse.

:: Da redação15 de março de 2012 19:25

Suco de laranja: Delcídio comemora fim de restrições pelos EUA

:: Da redação15 de março de 2012

O anúncio feito na noite de quarta-feira (14/05) pelos Estados Unidos de que vão eliminar a taxa antidumping imposta aos exportadores de suco de laranja brasileiros foi comemorada pelo senador Delcídio Amaral (PT-MS), presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. “Num momento de crise financeira mundial, principalmente nos Estados Unidos, essa medida deve ser comemorada e pode abrir espaço para outros produtos, como o etanol brasileiro que ainda enfrenta barreiras de alguns países”, disse ele ao site da Liderança do PT no Senado.

Delcídio acredita que a medida deverá melhorar as exportações de suco de laranja nos próximos meses e consolidar o Brasil como maior produtor do mundo – detém mais de 30% do mercado e é o principal exportador. A taxa antidumping que era aplicada desde 2006 consistia no aumento do preço do suco de laranja assim que os exportadores faziam o desembaraço alfandegário nos EUA. A medida foi tomada como forma de proteger os produtores norte-americanos da costa leste, onde a indústria movimenta quase US$ 10 bilhões por ano e emprega mais de 70 mil pessoas. Na ocasião, o Brasil foi acusado de vender o produto a preços inferiores da realidade.

Apesar de comemorar a decisão tomada pela Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos (USITC), o senador considera que há outras dificuldades que devem ser superadas, como é o caso do etanol.  “O produto é altamente competitivo. A produção em escala, em função dos investimentos no setor, é capaz de atender a demanda mundial desse combustível limpo, mas vários países criam barreiras. Mas a decisão de ontem, diante de inúmeros países que adotam medidas protecionistas, é uma ótima notícia”, afirmou.

Suco de Laranja
De acordo com levantamentos realizados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em fevereiro deste ano a média diária de exportação de suco de laranja ficou em 8,9 mil toneladas, 11,5% acima da média diária de janeiro. Na comparação com a média diária de fevereiro do ano passado, o crescimento foi expressivo: 119,6%. Os preços na mesma comparação subiram 8,6%, de US$ 1.418,9 a tonelada em fevereiro do ano passado para US$ 1.541,1 em fevereiro deste ano.

Marcello Antunes

Leia também