Suplicy cobra respostas sobre o episódio Pinheirinho

Suplicy lembrou que desocupação desalojou mais de 1,5 mil famílias de suas residências.

:: Da redação2 de agosto de 2012 19:00

Suplicy cobra respostas sobre o episódio Pinheirinho

:: Da redação2 de agosto de 2012

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) registrou, nesta quinta-feira (02/08), no plenário do Senado, cobrança feita ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sobre as investigações dos abusos ocorridos em 22 de janeiro deste ano, na reintegração de posse da região de Pinheirinho, localizado em São José dos Campos (SP).

“Mantive hoje cedo com o governador Geraldo Alckmin diálogo telefônico e disse a ele que estava no aguardo da rigorosa apuração que ele determinou sobre os episódios havidos por ocasião da ocupação da área do Pinheirinho pela Polícia Militar e pela Guarda Metropolitana de São José dos Campos”, disse Suplicy, que lembrou determinação do governador de São Paulo, para que houvesse “rigorosa apuração” dos abusos cometidos na ocasião.

O senador ainda destacou que teve a oportunidade de conversar com o Comandante-Geral da Polícia Militar de São Paulo e o Corregedor-Geral da Polícia Militar. De acordo com Suplicy, ambos disseram que a demora na investigação era devida à necessidade de um laudo que seria feito nos Estados Unidos da América.

“No entanto, estamos em agosto e já são passados mais de seis meses daqueles episódios. O novo comandante da PM me disse que o governador estava solicitando aquele relatório. Pois bem! O Governador me disse que tomará as providências. Agradeço, portanto, a atenção do Governador Geraldo Alckmin”, relatou Suplicy, que também disse ter manifestado ao governador seu desejo de conhecer o relatório para registrar o que de fato foi apurado e quais as medidas foram tomadas a respeito”, ressaltou Suplicy.

Drama
O senador Suplicy ainda lembrou que a desocupação do Pinheirinho desalojou mais de 1,5 mil famílias de suas residências. Essas pessoas tiveram os bens destruídos na ação policial e, até agora, a prefeitura de São José dos Campos não apresentou qualquer solução habitacional aos desalojados.

“É importante aqui registrar um apelo ao Prefeito Eduardo Cury e ao próprio Governador Geraldo Alckmin, para verificar as quantas anda essa situação das moradias, a fim de termos um balanço completo de todos aqueles episódios”, concluiu o senador.
 

Leia mais:
Moradores do Pinheirinho seguem afetados pela tragédia

Viomundo: caso Pinheirinho é denunciado ao CNJ e à OEA

Pinheirinho: CNJ recebe pedido para investigar ação da Justiça de SP

Pinheirinho: CNJ recebe queixa contra Justiça de São Paulo

Pinheirinho: Ex-morador deixa hospital dois meses após agressão


Leia também