Suplicy: sociedade tem condições de opinar sobre Reforma

Senador refutou a tese de que sociedade não saberia responder ao plebiscito.

:: Da redação5 de julho de 2013 15:41

Suplicy: sociedade tem condições de opinar sobre Reforma

:: Da redação5 de julho de 2013

 

Acredito na “inteligência da população”, afirmou

Assim como foi declarado pela presidenta Dilma Rousseff, na última quinta-feira (04), no lançamento do Plano Safra do Semiárido, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) disse, nesta sexta-feira (05), acreditar na “inteligência da população” para opinar em uma consulta sobre reforma política. “Quero aqui me colocar com a energia positiva para nos próximos dias estar colaborando para o propósito da reforma política, através também da consulta ao povo brasileiro na forma no plebiscito”, ressaltou.

Em seu pronunciamento, Suplicy rebateu as críticas proferidas pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), de que o plebiscito estaria sendo proposto para possibilitar a manifestação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelos meios de comunicação, sobre a reforma política.

“Da mesma maneira que o presidente Lula poderá eventualmente expor os pontos de vista que nós, do Partido dos Trabalhadores, defendemos, todos os líderes do PSDB, seja o presidente Fernando Henrique Cardoso, o senador Aécio Neves, Aloysio Nunes e Álvaro Dias também poderão expor, pois será dado tempo igual nos meios de comunicação”, frisou.

Com esta declaração, Suplicy rebate afirmação do senador mineiro de que o Governo estaria usando o plebiscito para dar espaço ao ex-presidente Lula e às bandeiras do PT.

O senador petista destacou ser interessante a realização da consulta à população “para saber como o povo brasileiro quer a reforma política, como devemos financiar as campanhas políticas, se deve ou não haver voto secreto no Congresso, como suplente de senador deve ser eleito e como se farão as candidaturas”.

Com informações da Agência Senado

Leia mais:

Reforma política e democrática – Por José Pimentel
 

Perseu Abramo lança pesquisa de opinião pública sobre Reforma Política

Reforma Política: desejo popular de participar não pode ser desperdiçado

Reforma Política: Viana apresenta propostas na terça-feira

Reforma política, com plebiscito já!

Leia também