FUP

Temer e Parente são os culpados pelos preços abusivos

Petroleiros afirmam que a manifestação dos caminhoneiros é justa e legítima
:: Rede Brasil Atual24 de maio de 2018 10:08

Temer e Parente são os culpados pelos preços abusivos

:: Rede Brasil Atual24 de maio de 2018

Em comunicado aos trabalhadores e à sociedade brasileira, o coordenador da FUP, José Maria Rangel, nomeia os dois grandes culpados pelos preços abusivos dos combustíveis no Brasil: “o golpista Michel Temer e Pedro Parente, a quem ele deu o comando da Petrobras.”

O petroleiro afirma que, em julho do ano passado, o governo Temer dobrou a tributação sobre os combustíveis, aumentando em cerca de 100% a incidência do PIS/Cofins, “fato que agora a mídia encobre”. Sobre o atual presidente da estatal, Pedro Parente, o comunicado afirma que, “desde que assumiu a Petrobras, trata a companhia como uma empresa privada, sem compromisso algum com a sociedade brasileira.”

“Hoje a Petrobras pratica preços internacionais. Qualquer conflito que aconteça fora do Brasil influencia diretamente os preços dos combustíveis no País”, alerta José Maria Rangel. Ele lembra que quando Pedro Parente anunciou a paridade de preços com o mercado internacional, em outubro de 2016, a FUP denunciou que quem pagaria a conta, seria o povo brasileiro. A política de preços foi alterada e, em julho do ano passado, os reajustes passaram a ser diários.

Confira a íntegra da matéria

Leia também