Campello e Boulos são agraciados por contribuição ao Brasil

:: Da redação30 de novembro de 2016 17:50

Campello e Boulos são agraciados por contribuição ao Brasil

:: Da redação30 de novembro de 2016

Foto: Alex Ferreira/ PT na CâmaraCom informações das lideranças do PT e do PSol na Câmara e da Agência Câmara

30 de novembro de 2016

A ex-ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome no Brasil, Tereza Campello, e o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores sem-teto (MTST), Guilherme Boulos, receberam, nesta quarta-feira (30), a Medalha do Mérito Legislativo. No total, 36 pessoas foram homenageadas na Câmara dos Deputados  por serviços considerados relevantes para a sociedade.

Nas palavras do 2º secretário da Câmara, deputado Felipe Bornier (Pros-RJ), eles são “multiplicadores da cidadania”. “As ações de vossas senhorias são um exemplo inspirador para que mais pessoas se juntem ao grande esforço de atuar pela melhoria da vida dos brasileiros”, afirmou o parlamentar.

Tereza Campello disse que recebia a medalha pelas realizações feitas pelo PT “Tiramos 36 milhões de pessoas da situação de extrema pobreza, construímos um projeto de desenvolvimento com inclusão, construímos uma história que colocou no centro da agenda nacional a superação da fome e da pobreza e hoje somos referência para o mundo graças a esse trabalho”, destacou. 

A indicação da ministra foi feita pela Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara, por meio do seu líder, deputado Afonso Florence (PT-BA), em reconhecimento à dedicação, empenho e contribuição da ministra na implementação de políticas públicas de combate à desigualdade e na erradicação da pobreza no Brasil. 

“Como ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, desde 2011, Tereza Campello destacou-se no que levou o Brasil a sair, em 2015, do Mapa da Fome Mundial. Ela foi responsável por conduzir um dos principais programas do governo, o Bolsa Família – implementado em 2004, após a criação do Ministério”, diz a justificativa apresentada pelo líder petista. 

“Foi graças a esse trabalho que, no ano passado, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) registrou que, no Brasil, no período de 2002 a 2014 caiu em 82,1% o número de pessoas subalimentadas -, maior queda registrada entre as seis nações mais populosas do mundo. Foi um marco histórico: O Brasil, depois de 515 anos, alcançou um outro patamar de justiça social e saiu do Mapa da Fome Mundial”, diz o texto. 

Ativismo político

Guilherme BoulosFoto: Facebook/ Liderança do Psol na Câmara

Por indicação da bancada do PSOL na Câmara, Guilherme Boulos recebeu a Medalha como reconhecimento do seu ativismo político na luta por melhores condições de vida nas cidades brasileiras, como o acesso à moradia com saneamento básico e serviços públicos de qualidade.

De acordo com o líder do PSOL, Ivan Valente (SP), Guilherme Boulos é “uma figura importante no cenário nacional, já que a questão da qualidade de vida nas grandes cidades tornou-se um dos principais palcos de disputa no país – e os sem-teto, efeito colateral do desenvolvimento das últimas décadas, organizados ou não, hoje se juntam aos milhões”.

A medalha Mérito Legislativo é entregue todos os anos, desde 1983, e é de responsabilidade da 2ª Secretaria da Câmara. A entrega foi feita por Rodrigo Maia, por Felipe Bornier e pelos deputados que indicaram os homenageados.