Dia de Luta

Trabalhadores tomam ruas de Buenos Aires contra reforma

A base do partido do presidente aproveitou forte aparato militar por conta de reunião da OMC para tentar emplacar reforma na Previdência
:: Rede Brasil Atual15 de dezembro de 2017 09:34

Trabalhadores tomam ruas de Buenos Aires contra reforma

:: Rede Brasil Atual15 de dezembro de 2017

Trabalhadores argentinos estiveram mobilizados contra reforma na Previdência proposta pelo governo neoliberal de Maurício Macri. Ontem (14), milhares de trabalhadores tomaram as ruas da capital, Buenos Aires, contra a proposta que revê o cálculo da aposentadoria, o que pode prejudicar 17 milhões de cidadãos argentinos. De acordo com a nova medida, para exemplificar, o próximo reajuste nos vencimentos, programado para março, cai de 12% para 5,7%.

“Temos que expressar a indignação nas ruas e, por isso, sustentamos que é necessário que as articulações sindicais que se opõem a esta lei convoquem uma greve e uma marcha massiva ao Congresso”, disse o deputado federal e um dos líderes do Partido dos Trabalhadores Socialistas (PTS), Nicolás del Caño.

Confira a íntegra da matéria

 

Leia também